Últimas

Polícia Civil prende homens por furto e receptação de carreta, no bairro Armando Mendes

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), prendeu na noite da segunda-feira (19/04), por volta das 21h, Juliano Avelar Coutinho, 31, e Igor Luiz Nilo Lima, 27, envolvidos em um esquema criminoso de furto, extorsão tentada e receptação, envolvendo uma empresa transportadora. As prisões ocorreram em pontos distintos da zona leste de Manaus.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

De acordo com o delegado Denis Pinho, titular da Especializada, a ação criminosa ocorreu no sábado (17/04), em uma empresa transportadora, localizada no bairro Armando Mendes, na mesma zona das prisões. Juliano e outro indivíduo, identificado como Junior Coutinho Avelar, 34, o ‘Fragoso’, que está foragido, armaram um esquema criminoso para furtar uma carreta, que acreditavam conter uma carga de frango avaliada em R$ 250 mil e que a mesma não possuía GPS.

“Juliano era funcionário da empresa, por isso ele sabia exatamente qual carreta não tinha GPS e em qual estava o carregamento, mas durante a ação ele se atrapalhou e acabou furtando o caminhão que não continha a carga. Ao perceber o erro, ele e seu comparsa passaram a extorquir a empresa, cobrando R$ 10 mil para a devolução do caminhão”, explicou o delegado.

Segundo a autoridade policial, como a empresa não deu retorno aos infratores, eles tiraram as 12 rodas do veículo, avaliadas em torno de R$ 25 mil, e venderam a Igor, que é dono de uma borracharia. Depois a dupla abandonou o caminhão em uma rua do bairro Distrito Industrial 2, também na zona leste.

“Após o abandono do caminhão, as equipes da Especializada iniciaram as investigações e chegaram à localização de Juliano e Igor, que foram presos e encaminhados à DERFD. Os pneus do caminhão foram recuperados e devolvidos à empresa. Já o comparsa de Juliano, que possui dois mandados de prisão em seu nome, continua foragido”, relatou o delegado.

Ainda segundo Pinho, a prisão de Juliano ocorreu no estacionamento de um supermercado, na avenida Autaz Mirim e a de Igor, na rua ‘A’, bairro Santa Inês, ambas na zona mencionada. As investigações sobre o caso seguem para localizar e prender esse terceiro participante do ato criminoso.

Procedimentos – Juliano irá responder por furto e extorsão tentada, e Igor por receptação qualificada. Eles foram encaminhados à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.