Últimas

Polícia Militar, em conjunto com a Polícia Federal, realizou ações diversas contra crimes ambientais em março

Policiais militares do Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb), por meio do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), em conjunto com a Polícia Federal (PF), realizaram várias ações contra crimes ambientais ao longo do mês de março.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A primeira ação ocorreu entre os dias 23 e 24 de março, e resultou na detenção de um homem de 31 anos, no ramal dos Baianos, no Distrito de Santo Antônio do Matupi, do município de Manicoré, distante 332 quilômetros de Manaus. Na ação foram apreendidos um caminhão, dois semirreboques, 27 m³ de madeira divididos em 14 toras, um aparelho celular, uma espingarda, um rifle, duas motosserras, 153 garrafas de óleo 2 tempos, cinco lanternas e documentos diversos.

A ação foi realizada após repasse de informações sobre suposto foco de desmatamento pelo Grupo de Investigações Ambientais Sensíveis (Giase) da PF. Ao chegar ao local, os militares encontraram um acampamento abandonado, e, durante investigação nas proximidades, detiveram um homem, identificado como motorista do caminhão que fazia o carregamento das toras de madeira e providenciava um comprador para a mercadoria.

O caminhão, os reboques, as toras de madeira e o condutor foram conduzidos até a base da Polícia Militar do Distrito de Matupi para realização do flagrante.

Em outra ação, também no Distrito de Santo Antônio do Matupi, no dia 29, as equipes policiais interditaram uma madeireira. Foram apreendidos um caminhão, um semireboque, tratores, e aproximadamente 100 m³ de madeira ilegal. A ação foi realizada após observação, durante fiscalização rotineira, de atividade intensa de caminhões saindo do local. Os suspeitos fugiram antes da chegada da polícia, deixando para trás licenças de operação vencidas e dezenas de metros cúbicos de madeira sem qualquer documento de origem. O material apreendido foi conduzido até a Base Operacional da Polícia Federal da Vila do Mata Matá, e o local foi interditado.

Em outra operação, as equipes policiais detiveram, no dia 26, dois homens de 25 e 48 anos por crime ambiental no rio Aripuanã, no município de Apuí, distante 453 quilômetros de Manaus. Após denúncia anônima de extração ilegal de minério (ouro), os policiais foram até o local e se depararam com dragas de garimpo na comunidade da Prainha, distante aproximadamente 8 quilômetros da Base Mata Matá. Em uma das dragas estavam os suspeitos, que admitiram estar exercendo atividade de garimpo.

Com os dois homens foram encontrados mercúrio, balança de precisão, R$ 14.300,00, em espécie, um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 16 e uma munição, além de uma lancha, de propriedade de um dos suspeitos, que servia de de apoio e segurança para a atividade da draga. Os dois homens foram conduzidos para o Distrito Policial de Apuí. O material apreendido foi conduzido para a Base Operacional da Vila do Mata Matá para as devidas providências judiciais.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.