Últimas

Prefeito participa de posse do novo presidente do TRE por videoconferência

Por videoconferência, o prefeito de Manaus, David Almeida, participou, nesta quinta-feira, 8/4, da solenidade de posse do novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), o desembargador Wellington José de Araújo, que terá a missão de comandar a Corte Eleitoral no biênio em curso, até maio de 2022.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

"Conheço a trajetória do desembargador Wellington Araújo atuando nas varas Cíveis, Ambiental e Criminal. Por isso, confio e desejo sucesso ao novo presidente em seu desafio à frente do TRE", enfatizou Almeida.

O novo presidente do TRE-AM, Wellington José de Araújo, comandará a Corte Eleitoral até 2022, no lugar do desembargador Aristóteles Lima Thury, que morreu em fevereiro deste ano, em decorrência de complicações da Covid-19.

Em seu primeiro pronunciamento como presidente, o desembargador fez questão de agradecer todo o apoio que recebeu de sua família durante sua carreira jurídica e afirmou que dará seguimento aos trabalhos iniciados por seu antecessor.

"Tenho o mais puro sentimento de gratidão a todos aqueles que contribuíram para a minha eleição ao cargo de presidente do TRE-AM, principalmente pelas oportunidades e realizações durante toda a minha vida e a minha família. Hoje, tomo posse e vivo um dos dias mais especiais da minha carreira profissional, coroando uma trajetória de um pouco mais de 40 anos no judiciário do Amazonas", disse o desembargador.

"Cada década traz a sua própria dificuldade. Sei dos novos desafios que me aguardam à frente deste Tribunal Eleitoral, especialmente neste momento que vivemos. Porém, nada temo e darei continuidade ao brilhante trabalho desenvolvido pela administração que me antecedeu, priorizando a continuidade dos projetos que já estão em andamento, aprimorando-os sempre que possível", concluiu.

História

O desembargador Wellington José de Araújo tem formação em Letras e Direito pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e atua na magistratura estadual desde 1980, com atuação nas Comarcas de Urucará, Parintins e Manaus (tendo sido, na capital, juiz titular na 3.ª e 6.ª Varas Criminais; 1.ª Vara do Tribunal do Júri; Vara do Meio Ambiente; 2.ª Vara da Fazenda Pública Estadual; 8.ª e 18.ª Varas Cíveis e de Acidentes do Trabalho).

Foi promovido a desembargador em 2010. Já foi vice-presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), na gestão 2018/2020, e registra também atuação como membro do TRE-AM

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.