Últimas

Professor da rede estadual defende artigo de Matemática em conferência internacional

Metodologia aplicada em aulas do Ensino Mediado por Tecnologia integrou ciclo de palestras de evento realizado na Ucrânia.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A educação do Amazonas ganhou destaque na 6ª Conferência Internacional de Ciências Sociais, realizada em Kiev, na Ucrânia, neste mês. O responsável pela notoriedade foi o professor de Matemática, Aldemir Malveira, do Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam), que usou sua experiência em formações do Ensino Mediado por Tecnologia para escrever o artigo que mostra como a Matemática, especificamente a Geometria, está no nosso cotidiano.

Intitulado “Connection Brazil-Colombia-Peru: an open sky laboratory for the teaching of flat geometry in basic education”, ou “Conexão Brasil-Colombia-Peru: um laboratório de céu aberto para o ensino da geometria plana na Educação Básica”, em tradução livre, o trabalho é fruto de formação realizada na Tríplice Fronteira do Amazonas, com professores que atendem no Ensino Mediado por Tecnologia.

Aldemir teve como coautores os professores José Cavalcante Junior e Newton Lima. O artigo, apresentado on-line, mostra como aproximar os estudantes da Matemática, com uma metodologia que consiste em usar o celular para registrar tudo o que é composto pela geometria e como ela está presente em todos os espaços.

Malveira se diz orgulhoso por levar o nome do Amazonas à conferência. “Nós mostramos que existe pesquisa aqui, não é somente ministrar aulas. Existe pesquisa de ponta aqui no nosso estado, e estamos buscando desenvolver ainda mais o ensino”, observa o professor.

Em maio, o matemático apresentará o artigo “Ferramentas computacionais como suporte ao ensino remoto de Matemática em tempos de pandemia de Covid-19 no Amazonas”, na Conferência Internacional de Baku sobre pesquisa científica, realizada no Azerbaijão. A participação também será on-line.

Para Malveira, é uma oportunidade de incentivar o estudo das Ciências Exatas pelos estudantes do ensino básico e daqueles que escolheram a área como carreira. ”É uma pesquisa que aproxima da realidade, mostra como o ensino do nosso estado está sendo realizado. Ela chega aqui em Manaus e nos lugares mais distantes, por meio do Ensino Mediado por Tecnologia”, pontua.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.