Últimas

SES-AM renova apoio financeiro para crianças e adolescentes da Casa Vhida

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) renovou a assistência financeira de R$ 99.917,24 concedida à Associação de Apoio à Criança com HIV - Casa Vhida. O objetivo da parceria é suprir as necessidades das 50 crianças e adolescentes que são atendidas pela instituição.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A manutenção do apoio financeiro foi realizada por meio do Termo de Fomento nº 007/2020, assinado no dia 7 deste mês, pelo secretário da SES-AM, Marcellus Campêlo, e pela presidente da Casa Vhida, doutora Solange Dourado. O termo foi firmado em dezembro de 2020, com a renovação, a parceria será mantida até junho deste ano.

“Nós temos vários Termos de Fomento com as instituições. E essa renovação traz para a rede de saúde uma assistência complementar, com as instituições que trabalham com determinados grupos. A Casa Vhida, que trabalha com um grupo de crianças com HIV-AIDS, a gente tem uma proximidade e está trabalhando esse incentivo, esperando mantê-lo e também ampliar esse atendimento, porque é um importante serviço prestado por aquela instituição, principalmente às crianças que têm dificuldade social em relação ao tratamento da doença", declarou o secretário Marcellus.

O acordo tem como principal objetivo suprir a alimentação das 50 crianças e adolescentes atendidas pela instituição, conforme afirmação da coordenadora da Casa Vhida, Hérica Amorim. Ela explica que a instituição sem fins lucrativos está com dificuldade em conseguir manter essa alimentação.

“Parcerias como essa nos possibilitam manter a Casa em funcionamento, e dar atendimento especializado para todos nossos pacientes. Em especial, temos dificuldade de conseguir realizar o suprimento da alimentação necessária das crianças e adolescentes. Através deste Termo será possível garantir esse fornecimento”, disse Hérica Amorim.

A coordenadora acrescentou que esse apoio da SES-AM ajuda na aquisição de fórmula infantil para bebês, que têm mães portadoras do HIV e que não podem amamentar seus filhos.

A verba oriunda do Termo de Fomento também será utilizada para pagamento da equipe multiprofissional que atende as crianças e adolescentes assistidas pela Casa Vhida.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.