Últimas

Abrigo Nacer completa 6 anos de atuação com campanha beneficente para reformar seus berçários e quartos

Responsável em proporcionar amparo para adolescentes grávidas e crianças em situação de vulnerabilidade social encaminhadas pelo Juizado da Infância e da Juventude, além de atender famílias carentes e pessoas em situação de rua, o Núcleo de Assistência à Criança e Família em Situação de Risco (Nacer) está completando 6 anos de atuação, nesta sexta-feira, dia 7 de maio.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Neste mês de aniversário, a casa realizará a campanha beneficente “Solidariedade embalando sonhos” que visa arrecadar recursos para reformar os seus berçários e quartos. Quem quiser apoiar a campanha, pode colaborar com recursos financeiros ou doações de matérias para a reforma.

A instituição, localizada no bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus, já acolheu mais de 150 crianças, realizou nove adoções e apoiou 800 famílias de forma direta e indiretamente. Além disso, desenvolve uma série de projetos sociais atendendo famílias carentes e pessoas em situação de rua.

Para o diretor do Nacer, Cleslley Rodrigues, o aniversário desse projeto é sempre uma data muito especial, emociona muito falar sobre, porque foi sonhado e projetado nos mínimos detalhes e hoje olhar para trás, e se dar conta de que se passaram seis anos faz a gente perceber a fidelidade de Deus e dos anjos que acreditam em nosso trabalho e nos apoiam”, agradeceu.

O trabalho realizado pelo Núcleo possui um importante impacto na capital amazonense, pois as pessoas são acompanhadas por uma equipe especializada, onde desenvolvem habilidades e potencialidades que auxiliam na superação da situação de violência e na ampliação da resiliência, autonomia pessoal e social. “O desafio de estar na frente da instituição é diário, requer algumas renúncias, mas ao contemplar os sorrisos que são devolvidos, faz todo trabalho valer a pena!”, completou o diretor.

Abordagem Social

O Nacer também é responsável por coordenar o Projeto Girassol, um Serviço de Abordagem Social que identifica famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social em espaços públicos nas zonas Norte e Centro-Sul da cidade como trabalho infantil, exploração sexual de crianças e adolescentes, situação de rua, uso de drogas, entre outros casos.

O balanço de 2021 mostra que 1.258 pessoas foram beneficiadas pelo projeto. Entre os usuários identificados e acompanhados, 38% apresentavam alcoolismo e/ou uso de drogas, 32% estavam nas ruas devido a conflitos familiares e 68% se encontravam desempregados.

Como parte das ações desenvolvidas, foram feitas três reaproximações familiares, 21 reabilitações, inclusão de 36 adolescentes em cursos profissionalizantes e no programa Jovem Aprendiz, uma turma de capacitação de 20 pessoas, em situação de rua, no Curso Auxiliar de Logística.

Novos projetos

No ano passado, foi realizada a implantação de novos projetos no Nacer como o Papo Reto voltado para capacitação e aproximação de adolescentes em Vulnerabilidade Social, o Banho do Amor que proporciona banho, troca de roupa e distribuição de produtos de Higiene e Limpeza para pessoas em situação de rua, com reforço desta atividade durante a pandemia, o projeto possui um trailer que é um banheiro móvel para a realização da ação. E ainda o projeto Cine em Movimento que leva Cinema para as pessoas em situação de rua, com pipoca e suco.

Contribuição

Os recursos que mantêm o Nacer são provenientes de pessoas físicas e jurídicas que fazem doações regulares e de convênios periódicos com a rede pública de Assistência Social. Continuamente são realizadas ações, campanhas e eventos para captação de novos doadores.

Quem deseja integrar o time de “heróis do bem”, como são chamadas as pessoas que apoiam o abrigo, deve preencher um formulário disponível no site www.nacercrianca.org ou entrar em contato com a organização por meio do telefone (92) 3302-6282. Os apoiadores têm liberdade de auditar as contas da instituição para saber como e onde o dinheiro está sendo aplicado.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.