Últimas

Acumulador compulsivo, que guardou corpo de assaltante em casa por 15 anos, usava metódo inusitado para disfarçar cheiro. VEJA

A polícia australiana investiga o assassinato de Shane John Snellman, desaparecido em 2002, cujo corpo foi encontrado apenas em 2018 na casa de um falecido milionário e acumulador compulsivo. 

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO 

Segundo as autoridades, tudo indica que o dono da residência, Bruce Roberts, atirou em Snellman quando ele tentou invadir sua casa para rouba-la. Ao invés de buscar as autoridades, Roberts preferiu esconder o corpo por 15 anos. Quando uma equipe de limpeza foi à mansão de Roberts um ano após sua morte, deparou-se com o cadáver de Snellman em avançado estado de decomposição, cercado por mais de 70 purificadores de ar.

De acordo com a polícia, Snellman havia acabado de ser solto da prisão, após ter sido preso por tráfico de drogas. Na época, ele teria apenas 66 centavos na sua conta no banco e deve, portanto, ter tentado roubar a mansão de Roberts, que o teria matado com um tiro no ombro.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.