Últimas

Harry conta que teve problemas com drogas e critica frieza da família real

O príncipe Harry voltou a criticar a família real em um depoimento dado à “The Me You Can’t See” (O Eu que você não pode ver), série sobre saúde mental que estreia nesta sexta-feira (21) na Apple TV+.O príncipe também revelou ter tido problemas com álcool, drogas e transtorno de ansiedade durante parte de sua juventude devido ao trauma causado pela morte da mãe, a princesa Diana, e dos seus deveres desde a infância como membro da realeza. 

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO 


"Eu estava disposto a beber, a usar drogas e a fazer qualquer coisa que me fizesse parar de sentir o que eu sentia", contou Harry, relembrando a fase de "pesadelos" que teve uma piora entre os 28 e 32 anos..

O filho de Diana, hoje com 36 anos, afirmou que ele e a esposa, Meghan Markle, sofreram problemas psicológicos e a realeza demonstrou frieza. "Achei que minha família me ajudaria, mas todas as demandas, os pedidos, os sinais encontraram um silêncio ou uma total indiferença", afirmou ele ao relembrar os problemas que enfrentou com Meghan na gravidez do filho Archie.

A série é co-produzida por Harry com Oprah Winfrey. No desabafo, neto da Rainha Elizabeth afirma que não pedia ajuda da família porque “como muitas pessoas da minha idade, eu sabia que não dariam o que eu precisava".

Harry também voltou a criticar o seu pai, o príncipe Charles, pela indiferença com os filhos que sofriam com a exposição e agressividade dos tabloides britânicos. "Quando eu era mais jovem, meu pai disse a William e a mim: era assim para mim, então será a mesma coisa para vocês".

"Não faz sentido", criticou Harry. "Não é porque você sofreu que seus filhos também deveriam sofrer. Deveria ser até o contrário (...) Faça de tudo para transformar as experiências ruins que você viveu em algo positivo.", pediu.

Harry também contou que começou terapia há 4 anos e que isso foi o que permitiu “quebrar o ciclo” e parar de reviver o que o seu pai e especialmente a sua mãe sofreram. Os problemas que o atormentavam desde que sua mãe morreu em 1997, quando Harry tinha 12 anos, o assombravam até a fase adulta, e foi a relação com Meghan que o ajudou a buscar uma solução.

"Eu sabia que se não começasse a terapia para melhorar, perderia essa mulher com quem me vejo passando o resto da minha vida", disse."A terapia me permitiu enfrentar tudo".

Em outra ocasião, Meghan revelou que chegou a pensar em cometer suicídio em 2019.

Harry e Meghan abdicaram-se dos deveres reais e se mudaram para a Califórnia, estado natal de Meghan.

Na série, outras personalidades como a cantora Lady Gaga também falam sobre problemas psicológicos.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.