Últimas

Plano Safra lança editais para kits de apoio à produção e inclui avanços na regularização fundiária

Além das ações de crédito, entrega de veículos e equipamentos, o Governo do Amazonas, por meio do Plano Safra, lançou três novos editais para que trabalhadores tenham acesso a kits de apoio à produção. O lançamento ocorreu nesta quinta-feira (13/05) e anunciou diversas ações que beneficiam o setor primário, incluindo medidas para regularização fundiária.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), lançará edital para 36 kits Casa de Farinha, que devem beneficiar 14 municípios. Como incentivo à produção da borracha natural, a Sepror também lança edital para selecionar organizações da sociedade civil interessadas no Kit Seringueiro. Serão doados 400 conjuntos de materiais de apoio à extração de látex.

Para a pesca, já está em curso o edital para doação de 480 kits Pescador Artesanal, para contemplar 480 pescadores artesanais de 12 organizações. Também como incentivo à aquicultura, serão entregues 10 aeradores para piscicultores que possuem propriedades na região metropolitana de Manaus.

Através da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), os municípios de Juruá, Nhamundá e Guajará receberão três Kits Feiras. Serão entregues barracas, bancas e outros materiais para proporcionar estrutura confortável e segura para a realização de feiras que beneficiam produtores rurais.

A produtora rural e feirante Neuismar Maia disse que toda a produção de hortaliças colhida em seu sítio, localizado na rodovia BR-174 (Manaus/AM-Boa Vista/RR), é vendida em uma das feiras da ADS. Segundo ela, o espaço funciona como uma vitrine dos produtos, sem intermédio de atravessadores.

“O espaço é limpo e existe toda uma organização. A gente pode contar que vamos chegar e vai estar tudo pronto para expor nossos produtos, para vender e voltar. A ADS oferece esse espaço e é muito bom, porque a gente traz um produto de qualidade e acaba vendendo com mais qualidade, não é assim jogado de qualquer forma. Eu já estou há quatro anos e pretendo ficar mais um tempo”, diz ela.

Regularização fundiária – Para avançar na regularização fundiária, o governador Wilson Lima formalizou, durante a cerimônia de lançamento do Plano Safra, um termo de parceria, entre Idam e Secretaria de Estado das Cidades e Territórios (SECT), para o fornecimento de dados cadastrais dos produtores rurais, que recebem Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), para fins de regularização fundiária pela SECT.

O titular da Secretaria de Estado das Cidades e Territórios, Ricardo Monteiro, explica que a parceria com o Idam vai agilizar a regularização de ao menos 35 mil agricultores assistidos pelo instituto.

“Isso facilita toda a nossa base cadastral da secretaria e, fora isso, antigamente era usada uma declaração que a Polícia Civil dava, de tempo de moradia de cada produtor, no seu próprio território. Hoje, como nós temos essa possibilidade de usar as informações do próprio Idam, a possibilidade de nós entregarmos um volume de títulos muito grande rapidamente se faz presente”, afirmou.

Plano Safra - Com investimento de mais de R$ 1 bilhão para o desenvolvimento do setor primário, o governador do Amazonas, Wilson Lima, lançou o Plano Safra 2021/2022 nesta quinta-feira (13/05). Na cerimônia, o governador anunciou que o Estado vai ampliar o incentivo ao escoamento da produção, com a recuperação de ramais e vicinais e a entrega de caminhões para os produtores nos municípios.

O plano foi elaborado pela Sepror e suas vinculadas - Agência de Defesa Agropecuária e Florestal Amazonas (Adaf), Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) - e integra o Agro Amazonas, programa criado pelo governador Wilson Lima para reforçar o desenvolvimento do setor primário e diversificar a matriz econômica do estado. O montante de R$ 1 bilhão abrange ações direcionadas a todos os segmentos do setor: agricultura, pecuária, pesca e o extrativismo.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.