Últimas

Reforma dos Residenciais do Prosamim beneficia 12 mil pessoas

Serviços estão em fase de conclusão e visam devolver funcionalidade dos espaços que foram entregues há mais de 10 anos pelo Estado.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Beneficiando cerca de 12 mil moradores, o Governo do Estado, por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), vem concluindo os serviços de reformas em sete Parques Residenciais do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), localizados nas áreas sul e oeste da cidade. As obras de reforma visam corrigir problemas de infraestrutura, drenagem e microdrenagem, mal uso e descarte incorreto de lixo nos residenciais construídos nas etapas do Prosamim I e II.

Os serviços contemplam os parques: Residencial Manaus e Mestres Chico, localizados no Centro da cidade; residencial Gilberto Mestrinho, localizado no bairro Cachoeirinha; residencial Liberdade e Jefferson Péres, ambos localizados no bairro Morro da Liberdade; residencial Jefferson Péres, residencial Cajual, localizado no Santa Luzia e o Parque Quarenta, localizado no Igarapé do 40.

As obras de requalificação nos parques residenciais Manaus, Gilberto Mestrinho, Cachoeirinha, Liberdade e Cajual já foram concluídas. Atualmente, as revitalizações estão sendo finalizadas no Parque Residencial Jefferson Peres. A conclusão das reformas está prevista para o primeiro semestre de 2021.

Os serviços de reforma contemplaram a reestruturação das áreas de lazer, pintura dos bancos das praças, plantio de grama, demolição e remoção de construções irregulares, troca de lixeiras, limpeza da microdrenagem, entre outros.

O subcoordenador de engenharia da UGPE, engenheiro civil João Benaion, afirmou que as reformas nos parques residenciais do Prosamim visam corrigir problemas ocasionados pela falta de manutenção e acúmulo de lixo.

“Os serviços iniciaram em 2020 e só não foram concluídos devido aos impactos da pandemia e das restrições. Atualmente estamos concluindo os serviços de substituição dos playgrounds infantis e academias ao ar livre nos últimos residenciais, as reformas já avançaram mais de 80%”, afirmou o engenheiro.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.