Últimas

Roberto Cidade quer Usina de Oxigênio para Envira e Manicoré

Com a eminência do Amazonas enfrentar uma terceira onda da pandemia do novo coronavírus, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (PV), se antecipou e encaminhou ao Governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e ao Secretário de Saúde, Marcellus Campelos, um requerimento de indicação solicitando a instalação de usinas de oxigênio para os municípios de Envira (distante 1.208 km de Manaus em linha reta) e Manicoré (332 km).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Para o parlamentar, as dificuldades geográficas na chegada do socorro, em tempo hábil, para as duas cidades amazonenses fazem com que providências sejam tomadas, no intuito de salvar vidas.

“Nós vimos o que aconteceu em janeiro com a falta de oxigênio no Amazonas. As cidades do interior precisam estar preparadas para enfrentar a situação, caso tenhamos uma terceira onda no Estado. Em questão de saúde, cada minuto pode levar a salvar ou perder uma vida e é esse último que devemos evitar”, justificou Cidade.

No pedido, Roberto Cidade reforça que em Manicoré, por exemplo, uma cidade com 55 mil habitantes, o Hospital Regional Doutor Hamilton Cidade, possui 60 leitos para atender pacientes da cidade, como de cidades vizinhas como Novo Aripuanã (227 km), Borba (151 km), Nova Olinda do Norte (135 km) e da área rural de Humaitá (590 km), gerando 180 atendimentos diários.

“Considerando que o oxigênio é vital para manter vivos os pacientes internados por Covid-19, a necessidade de instalação de uma usina de oxigênio para suprir as necessidades do hospital deve ser prioridade para o Poder Público”, disse.

Já em Envira, a cidade dispõe de um hospital com 20 leitos para internação, que demandarão uma quantidade elevada de oxigênio na ocasião de uma possível terceira onda de infecções por Covid-19.

“A dificuldade logística de descolamento de cilindros de oxigênio ao município de Envira justifica a necessidade de instalação de uma usina de oxigênio naquela cidade, visto que um paciente internado por Covid-19 sobrevive apenas por alguns minutos sem ventilação mecânica”, pontuou o deputado.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.