Últimas

Ruas do Centro de Manaus são tomadas pelas águas e viram atração histórica

Manaus/AM - O Rio Negro continua subindo e se aproximando da marca histórica atingida na cheia 2012. E com a subida das águas, as ruas do Centro estão aos poucos desaparecendo. 

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO  

Muitos já batizaram a cidade de “Veneza Amazônica”. Por todos os lados pontes estão sendo construídas e algumas linhas dos transporte público já começam a ter as rotas alteradas. 


A Feira da Manaus Moderna, por exemplo, teve que ser transferida para uma balsa flutuante e muitos lojistas de ruas inundadas tiveram que recorrer a marombas ou retirar os produtos para não sofrerem prejuízos ainda maiores. 


Segundo especialistas, a cheia de 2021 deve se tornar, em poucos dias, a maior dos últimos
120 anos. 






Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.