Últimas

Seas discute ações de auxílio e socorro para população afetada pela cheia em Novo Airão

Para combater os efeitos da enchente que atinge principalmente as comunidades rurais do município de Novo Airão (a 115 quilômetros de Manaus), o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), vai auxiliar e oferecer socorro emergencial à população afetada pela cheia no estado, que deve ser a maior dos últimos 100 anos.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Em reunião entre a titular da Seas, Alessandra Campêlo, e a primeira-dama e titular da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc) de Novo Airão, Márcia Teixeira da Silveira, na segunda-feira (10/05), foram apresentadas as principais demandas das comunidades. Uma equipe da Defesa Civil deu início ao mapeamento de quais das 27 comunidades pertencentes ao município foram atingidas e quais suas necessidades.

Cestas básicas e kits de higiene são alguns dos itens que devem ser doados a Novo Airão.

“A cheia neste ano é histórica. Mesmo que algumas comunidades estejam situadas em áreas mais altas, sofrem com alagamentos e precisam dessa ajuda humanitária. Além de cestas básicas e kits de higiene, discutimos a doação de colchões, madeira e gás de cozinha”, disse a titular da Semasc.

Na reunião, também foi discutido o apoio para a estruturação do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e dos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), que estão passando por obras de reforma e ampliação, além da capacitação dos técnicos do município que orientam sobre programas como o Cadastro Único (CadÚnico).

Márcia Teixeira destacou a atuação do Governo do Estado durante a enchente e a abertura para o diálogo com os municípios.

“A reunião foi proveitosa e com certeza trará avanços para Novo Airão. O Governo do Amazonas tem deixado as portas abertas para trazermos nossas demandas. Tem sido uma relação de muita parceria e diálogo”, afirmou.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.