Últimas

Secretaria de Cultura e Economia Criativa realiza obras de modernização e reparos em espaços culturais do Estado

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, iniciou uma série de obras de modernização e reparos em espaços culturais administrados pelo Estado. O cronograma contempla, no primeiro semestre, equipamentos como Teatro Amazonas, Palacete Provincial, Museu do Seringal, Central Técnica de Produção (CTP) e os centros culturais Usina Chaminé e Povos da Amazônia.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Segundo o secretário Marcos Apolo Muniz, neste ano, o primeiro espaço a receber reformas foi o Teatro Amazonas, com a proposta de aprimorar os sistemas de proteção e preservação patrimonial. Ele explica que, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico e Nacional (Iphan), foram retomados os serviços de modernização dos sistemas de combate a incêndios, pânico e proteção a descargas atmosféricas, a instalação de circuitos de monitoramento, assim como reparos nas pinturas interna e externa.

O projeto inclui ainda a instalação de alarme e mecanismo de detecção de fogo e fumaça via wireless (sem fio), para oferecer uma resposta rápida em caso de incidente.

“Estamos com um estudo para recuperação dos elementos componentes da cúpula, como a estrutura metálica de sustentação, que vem sofrendo oxidação em algumas áreas dos perfis que a compõem, além da realização de serviços de limpeza e proteção contra corrosão e pintura de proteção”, afirma o titular da pasta.

“As escamas em algumas áreas, devido à ação natural do tempo e a poluição, tiveram perda parcial da camada vitrificada de proteção e massa do material cerâmico. Então, estão programados substituição das escamas danificadas, utilizando estoque ainda existente no teatro, proteção impermeabilizante e pintura nas áreas desgastadas”.

Centros culturais – Na Usina Chaminé, por meio de uma parceria com a Amazonas Energia, foi implantado um projeto de proteção contra incêndio, que contempla os equipamentos necessários conforme as normas do Corpo de Bombeiros.

Conforme Marcos Apolo, são realizadas ainda adequações físicas para proteção de usuários e visitantes, como a escada de saída de emergência no piso superior para o térreo e melhoria da segurança da escada de acesso principal ao piso superior.

“O prédio da Usina Chaminé deve receber a homologação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional para abrigar as instalações do laboratório de Arqueologia Alfredo Mendonça”, adianta o secretário.

O Centro Cultural dos Povos da Amazônia iniciou a manutenção nas instalações hidráulicas e sanitárias dos banheiros, para garantir a sustentabilidade no âmbito do patrimônio imaterial, assim como as reformas no Xapono Yanomami e na Maloca Aruak, com a parceria da Mil Madeiras Preciosas, que doou toda madeira 100% certificada para a ação.

Museus – No Palacete Provincial, que abriga a Pinacoteca do Estado e os museus de Numismática, Tiradentes, da Imagem e do Som (Misam) e de Arqueologia, está em andamento a revisão geral da cobertura e forro do corredor do pavimento superior, recuperação de esquadrias, limpeza da cisterna, pintura da escada metálica, troca da porta de ferro da guarita e construção de mureta de contenção para evitar entrada de água no final do corredor do subsolo.

O Museu do Seringal Vila Paraíso, localizado a 25 minutos de Manaus, com acesso por via fluvial, também vai receber manutenção após uma visita técnica para identificar os pontos a serem recuperados. Outra atividade em andamento no local fica por conta da identificação das espécies de árvores, numa parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).

Produção – A Central Técnica de Produção, onde são confeccionados e armazenados cenários e figurinos, segue em processo de manutenção do telhado, com a troca de telhas.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.