Últimas

Vigilância Sanitária do Amazonas inspeciona hospital em Novo Aripuanã

O Departamento de Vigilância Sanitária da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (Devisa/FVS-AM) encerrou, no domingo (23/05), a inspeção do Hospital Edith Weckner, em Novo Aripuanã (a 227 quilômetros ao sul de Manaus). Foram identificadas irregularidades relacionadas a questões estruturais, falta de equipamentos e falhas nos processos de trabalho.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A inspeção incluiu a análise crítica de todo o hospital do município para atender à regulação da legislação sanitária vigente. De acordo com o diretor-presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, a ação é uma das atividades da Vigilância em Saúde que atua de forma preventiva considerando a segurança dos pacientes e redução de risco das infecções adquiridas em ambientes hospitalares. “As unidades devem ser rotineiramente avaliadas para que seja ofertado um serviço de qualidade para o usuário do Sistema Único de Saúde”, afirmou.

As técnicas do Devisa/FVS-AM, Ivana Cunha e Luciana Assis, apontaram que as irregularidades identificadas foram informadas à gestora da unidade hospitalar e encaminhadas à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de Novo Aripuanã e à Secretaria Executiva de Assistência do Interior, da Secretaria de Estado de Saúde (Seai/SES-AM).

“Parte dos problemas necessita de aporte financeiro, mas parte envolve a participação e articulação dos gestores municipais e estaduais. O Devisa segue acompanhando o cumprimento das ações para sanar as irregularidades”, detalhou Ivana.

Irregularidades – As irregularidades encontradas durante a visita técnica incluem problemas estruturais do hospital, inadequações nos processos de trabalho, ausência de materiais e equipamentos, quadro insuficiente de recursos humanos nas especialidades de anestesiologia, obstetrícia e neonatologia.

A equipe técnica também identificou problemas relacionados à assistência transfusional com a ausência de equipamentos adequados para o armazenamento de hemocomponentes (produtos utilizados nas transfusões de sangue).

A Semsa de Novo Aripuanã tem um prazo de 15 dias, após a ciência dos autos de infração, para apresentar defesa e/ou cronograma de estratégias para sanar as irregularidades, definindo prazos para o cumprimento das adequações. Caso as necessidades não sejam sanadas, o hospital pode receber penalidades previstas na legislação sanitária, como interdição total ou parcial e multa.

Referência – A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas, que inclui a prevenção de doenças por meio da imunização coordenada, no Amazonas, pelo Programa Nacional de Imunização (PNI/FVS-AM).

A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os contatos telefônicos da FVS-AM são (92) 3182-8550 e 3182-8551. Os contatos telefônicos do PNI/FVS-AM são (92) 2129-2500 e 2129-2502.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.