Últimas

Atriz morta após ser esfaqueada por amiga era ‘promessa’ da indústria pornô

Premiada e reconhecida na profissão, Luane de Souza era vista como uma promessa para se tornar uma grande estrela do segmento pornô. 

Foto: Divulgação/ BLITZ AMAZÔNICO

A atriz morreu aos 28 anos em um crime brutal e, nesta semana, a Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu a acusada por suspeita de assassinato.

Brad Montana, ator e ex de Luane, que foi indicado com ela ao Prêmio Sexy Hot, conta que, quando a atriz morreu, ainda que não estivessem juntos, havia um forte sentimento. Ele a acompanhou no hospital durante todo o período de internação. “Tinha esperança que um dia as coisas mudassem. Mas não mudaram e eu perdi um grande amor. Eu a enterrei e até hoje choro por sua alma”, lamentou.

Montana lembra, ainda, que Luane perdeu o pai, vítima de assassinato, e ainda foi abusada quando mais nova, mas nunca deixou de resistir às tragédias pessoais. “Ela era uma pessoa forte, mas de coração mole. E também muito intempestiva. Era ingênua, deixava entrarem na mente dela. Muito boa de coração. Praticava caridade e valorizava os humildes”, se recorda.

Já segundo Clayton Nunes, o dono da Brasileirinhas, onde ela estreou no ramo, lembra que foi a própria Luane que entrou em contato com a produtora. Ela foi selecionada para participar do reality “Casa das Brasileirinhas”. “Ela foi eleita pelos internautas Miss Brasileirinhas 2016. Era fotogênica, muito bonita de corpo e de rosto. Era bem quieta, mas na frente das câmeras se soltava bastante. (…) Tinha tudo para se tornar uma pornstar”, afirma.

fonte, o liberal

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.