Últimas

Bebê é atacado por jacaré e precisa ter o braço amputado (Imagens Fortes)

Após um bebê de 1 ano e oito meses ser atacado por um jacaré e precisar ter o antebraço amputado, a Prefeitura de Porangatu, no norte goiano, começou a instalar telas de proteção para evitar a aproximação de pessoas na Lagoa Grande, onde houve o acidente (veja o vídeo acima). A criança segue internada em um hospital de Goiânia.



O menino foi atacado na quarta-feira (23) e transferido de helicóptero para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). Em nota, a unidade de saúde informou, na manhã desta sexta-feira (25), que o paciente encontra-se na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com o estado geral regular, consciente e respirando espontaneamente.

De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente de Porangatu (Semma), as telas de proteção começaram a ser instaladas em pontos estratégicos da lagoa, na quinta-feira (24). Além disso, placas de advertência também serão colocadas no local. O acesso à prainha da lagoa também foi bloqueado.

A prefeita de Porangatu, Vanuza Valadares (Podemos), explicou que existe um plano de revitalização da lagoa junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e, com isso, jacarés e capivaras serão remanejados a um local seguro para garantir a segurança de todos que utilizam a lagoa como atividade de lazer.

“É importante esclarecer à população que quando há um aumento muito grande de animais silvestres, que acaba extrapolando o ambiente deles, já oferece riscos”, explicou a prefeita.

Ataque ao bebê

Ao médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Juliano Ferreira, a mãe, que disse morar perto da lagoa, relatou que o bebê estava com a babá no parque. Ao escutar os gritos do filho, ela se deparou com o menino ferido nos braços da funcionária.


“Ela disse que a babá estava passeando com a criança, quando escutou o choro. A babá disse que o animal abocanhou o braço do bebê e puxou para a água. Ela contou que entrou na água e tirou a criança da boca do jacaré”, contou.

De acordo com o médico, o “braço estava muito destroçado” quando o bebê foi levado para atendimento. Agora, o pequeno está clinicamente bem.


“Ele vai ter vida normal. A articulação do cotovelo ficou preservada para poder implantar uma prótese futura”, explicou o profissional.




Com informações via G1]

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.