Últimas

Defensor público ignora pandemia e promove festas com barraco e pancadaria em condomínio de luxo em Manaus. VEJA VÍDEO

Defensor público de 2ª classe Ali Assad Hamade de Oliveira vem sendo acusado de promover festas muito barulhentas e perturbadoras do sossego público.


No condomínio de luxo Greenwood Parck onde o defensor reside, as festas que ele realiza quase sempre acabam em gritarias e pancadarias com mulheres bêbadas,chamando palavrões impublicáveis e trocando agressões dentro fora da residência de Ali Assad Hamade.


As denúncias partem dos próprios vizinhos que gravam vídeos mostrando as cenas deploráveis e de violência do último barraco ocorrido no final de semana.




Segundo um dos vizinhos denunciantes o defensor público tem promovido festas e barracos impublicáveis em sua residência desde o início da pandemia, sem respeito algum às regras sanitárias de combate à covid-19 e às normas de segurança do próprio condomínio.




Já tem vizinho chamando o defensor público Ali Assad Hamade de “agressor público” pelo seu total desrespeito ao direito de sossego e dos moradores do condomínio Greenwood Parck.


Os denunciantes dizem que Ali Assad Hamade leva pessoas desqualificadas para suas festas clandestinas e como mostram os vídeos publicados, são mulheres que se atracam, puxam cabeços e se esmurram depois de muita bebedeira na residência do defensor público.


Os vizinhos de Ali não suportam mais tanta bagunça e já estão formando um grupo para registrar um boletim de ocorrência (B.O) na Delegacia de Polícia.



E para os nossos leitores: Ali Assad é defensor ou um "agressor público" já que promove, embriaga e permite todo esse barraco que está tirando a paz dos seus vizinhos no condomínio de luxo onde ele mora?


VEJA O VÍDEO:



Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.