Últimas

Equipes da Depca prendem homem condenado a 16 anos e quatro meses de prisão por estupro de vulnerável

Na manhã desta quinta-feira (17/06), por volta das 8h, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), cumpriu mandado de prisão em razão de sentença condenatória em nome de um idoso, de 62 anos, pela prática do crime de estupro de vulnerável praticado contra a neta de sua esposa. A criança tinha 7 anos quando o crime ocorreu, em 2012. Ele foi condenado a 16 anos e quatro meses pelo delito.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, a prisão ocorreu no bairro Novo Aleixo, zona norte da capital. Na ocasião do crime, a vítima morava com a avó materna, momento em que o marido dela aproveitava o convívio familiar com a criança para praticar os abusos.

“A ocorrência foi registrada no ano de 2012, quando a criança viu a oportunidade de contar os fatos para a avó paterna. Naquela ocasião, a avó compareceu juntamente com a menina na Depca para formalizar o registro da ocorrência. Diante disso, o processo passou a tramitar pela 2ª Vara Especializada em Crimes Contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes”, contou a delegada.

Conforme Joyce, o mandado de prisão em razão de sentença condenatória foi expedido no dia 11 de maio deste ano, pela juíza Articlina Oliveira Guimarães, da referida Vara.

Procedimentos – O homem foi condenado a 16 anos e quatro meses de prisão pelo crime de estupro de vulnerável. Ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.