Últimas

Governo do Amazonas intensifica monitoramento da vacinação e prevenção à Covid-19 nos municípios do interior

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) intensificou as ações de monitoramento e prevenção à Covid-19 nos municípios da Região Metropolitana de Manaus.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

As equipes de vigilância, assistência hospitalar e atenção básica estiveram nesta segunda-feira (31/05) em Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus), e devem ir a Manacapuru (a 68 quilômetros da capital) nesta quarta (02/06), para avaliar o cenário epidemiológico e apoiar os municípios nas ações de vacinação, organização do atendimento hospitalar e estratégia de testagem e monitoramento dos casos para interromper a cadeia de transmissão do vírus.

Nos dois municípios, chamou a atenção da secretaria o crescimento de internações nos últimos dias. Em Rio Preto, entre os dias 26 e 28, foi registrado o aumento de uma para seis internações no hospital.

“A gente veio verificar in loco o que estava acontecendo. Então reunimos com a Secretaria Municipal de Saúde, com as coordenações de atenção básica, de vigilância e direção do hospital”, disse a diretora do Departamento de Atenção Básica Estadual (Dabe), Viviana Almeida, ressaltando que, dos seis pacientes internados no hospital, quatro já estavam em alta.

A diretora do Dabe afirma que o Gabinete de Resposta Rápida da SES-AM tem atuado, avaliando o cenário epidemiológico e, em caso de alterações, uma visita técnica é realizada para apoiar os municípios nas ações de fortalecimento do monitoramento de casos e da vacinação.

Conforme a diretora do Dabe, Rio Preto da Eva mostrou, apesar do aumento pontual de internações, que está em uma situação controlada.

“O município está aumentando o número de casos porque está rastreando, fazendo testes, então vai identificar mais casos e monitorar os contatos dos casos que são positivos, realizar exames dos contatos desses casos e acompanhar, monitorar, para avaliar se estão com sintomas e sinais de gravidade, e também para orientar o isolamento domiciliar para evitar um aumento de casos na cidade. Se a gente detecta precocemente, a gente isola e diminui essa propagação dos casos”, orientou Viviana Almeida.

Além da situação do fluxo de atendimento na Atenção Básica e no hospital; a equipe também verificou como está a testagem da população para avaliação do cenário epidemiológico; e o esquema de vacinação na zona urbana e rural.

A equipe que esteve no município foi composta por representantes da SES-AM, por meio do Dabe e da Secretaria Executiva de Assistência do Interior (SEA Interior); e também por um integrante da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM).

Vigilância – A enfermeira Tsiiary Pereira, do Comitê Estadual de Infecção em Serviços de Saúde (Ceciss), da FVS-AM, aconselhou a mudança na estratégia de rastreio e monitoramento de casos de Covid-19 em Rio Preto da Eva para que os testes realizados na atenção básica sejam de RT-PCR. O Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen/FVS) foi comunicado para encaminhar os kits do exame para o município.

“O RT-PCR, além de diagnosticar o vírus, também faz parte da vigilância genômica. Através dele é possível identificar qual a variante que tem infectado os casos positivos e através disso criar um painel viral do município”, destacou a enfermeira.

Monitoramento escolar – Com o retorno das aulas no formato híbrido autorizado na rede estadual de educação, a partir desta terça-feira (1º/06), a FVS-AM também vai ampliar o monitoramento dos possíveis casos de Covid-19 no ambiente escolar.

“Semanalmente, os municípios vão passar, para a vigilância da FVS, quais foram os casos positivos ou suspeitos, se esses casos foram testados e se seus contatos foram rastreados também”, explicou Tsiiary Pereira.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.