Últimas

Homem morto em operação da polícia não era suspeito de ataques em Manaus

O motorista Sérgio Fragoso Monteiro, de 50 anos, morreu durante a Operação ‘Coalizão pelo Bem’ nessa sexta-feira (19), no bairro Vila da Prata.


A família alega que Sérgio foi morto por engano durante a operação, que visava prender criminosos envolvidos nos ataques em Manaus e no interior entre os dias os dias 5 e 8 de junho.

“Invadiram a nossa casa, já chegaram atirando e somente após isso anunciaram ser Polícia Civil, grupo Fera, por um despreparo, agiram com incompetência, uma operação desastrosa, pois meu marido sempre foi trabalhador e eles o estão tratando como bandido. um crime cruel, pois meu marido em momento algum possuía qualquer tipo de arma, e em momento algum meu marido reagiu, não houve tempo algum para falar algo, ou para se defender. Jogaram o meu esposo como indigente e como bandido dentro do 28 de agosto, não se importaram em prestar socorro em imediato”, denunciou Marcilene Machado.

A assessoria da Polícia Civil informou preliminarmente que Sérgio é pai de um traficante, um dos alvos da operação, e que enfrentou a polícia durante a abordagem. Mas as circunstâncias e mais detalhes serão repassadas em nota na próxima segunda-feira (21).

A empresa onde Sérgio trabalhava como motorista emitiu uma nota de falecimento. “É com muito pesar que comunicamos o falecimento do nosso querido amigo e colaborador Sérgio Fragoso Monteiro, motorista da Vical Transportes.

Prestamos nossas condolências à família e desejamos conforto nesse momento de profunda tristeza.

Também pedimos justiça para que o ocorrido seja esclarecido e que os culpados sejam responsabilizados!”.

A Operação Coalizão do Bem ocorreu simultaneamente em Manaus, Pará e Rio de Janeiro nessa sexta-feira (18). Em Manaus, 8 pessoas foram presas, 4 veículos e R$ 13 mil apreendidos.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.