Últimas

Lázaro revelou para refém motivo de ter matado família no DF

Uma das reféns feitas pelo fugitivo Lázaro Barbosa, que está sendo chamado de serial killer após cometer inúmeros crimes bárbaros que vão de estupro a chacina de uma família, revelou alguns momentos do sufoco vivido. 


Ela relatou à RecordTV que abriu a porta e Lázaro segurava outro refém, apontando a arma para a cabeça dela. Em seguida, ele a obrigou a cozinhar e ameaçou.

Segundo ela, Lázaro ainda revelou o motivo de ter matado a família que assassinou em Ceilândia, no Distrito Federal. Ele teria dito que a família só foi morta porque reagiu. Apesar disso, vale lembrar que após invadir a casa da família em que matou um homem e seus dois filhos, Lázaro teria sequestrado e matado a mãe da família dias depois.

Segundo o G1, depois de amarrar o caseiro de uma outra chácara, Lázaro o levou a uma fazenda próxima, onde uma família estava confraternizando. Lá, atirou em três pessoas, usando o caseiro refém como escudo, e obrigando a refém a cozinhar.

Nesta sexta-feira (18), as polícias Militar, Civil e Federal entram no 10º dia de buscas pelo fugitivo, contabilizando 2 tiroteios dos quais ele conseguiu escapar. Foram 200 agentes policiais envolvidos nas buscas e agentes da Força Nacional ainda se juntaram ao grupo nesta sexta. Helicópteros e cães farejadores também atuam nas buscas. Lázaro é acostumado a dormir e viver no mato, o que dificulta a captura. As autoridades passaram a "caçá-lo" após ele cometer a chacina no DF. No entanto, ele já era foragido por outros crimes, como homicídio, roubo e estupro.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.