Últimas

Polícia Civil do Amazonas reforça importância do Dia da Conscientização da Não Violência Contra a Pessoa Idosa

Com o objetivo de diminuir os números de violência contra a pessoa idosa, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Idoso (DECCI), reforça a importância do Dia da Conscientização da Não Violência Contra a Pessoa Idosa, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) e celebrado anualmente no dia 15 de junho.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

De acordo com o artigo 19 do Estatuto do Idoso, Lei nº 10.741/2003, essa violência pode se caracterizar como física, psicológica, financeira, negligência, abandono, entre outras. Conforme a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), somente nos meses de janeiro a abril deste ano, foram registrados 2.929 casos de violência contra esse público no estado.

A titular da DECCI, delegada Andréa Nascimento, ressalta que esta data foi instituída pela ONU com o objetivo de promover ações de prevenção aos diversos tipos de violência contra a pessoa idosa.

“A DECCI, em parceria com a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do Estado do Amazonas (Sejusc), e demais órgãos responsáveis, vem realizando, durante todo o mês de junho, ações que têm por finalidade sensibilizar e conscientizar a população, para que, por meio do conhecimento, saiba identificar casos de violência contra as pessoas idosas e efetuar a denúncia”, esclarece a autoridade policial.

Ainda conforme a autoridade policial, a família e a sociedade colaboram para a cultura errônea de que a pessoa idosa é socialmente descartável, e, a partir disso, surgem os diversos tipos de violência contra esse grupo, entre elas o preconceito e a discriminação.

“É muito importante que eles se mantenham ativos, principalmente no mercado de trabalho, pois melhoram a qualidade de vida e saúde mental, evitando, com isso, doenças causadas pelo sedentarismo. Apesar de serem discriminados pela idade, eles podem nos passar sabedoria de uma vida toda e os mais jovens devem buscar conhecer e aprender com eles”, enfatizou Nascimento.

Denúncias – Andréa pede às pessoas que presenciarem qualquer tipo de violência contra a pessoa idosa que denunciem por meio do número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), pelo Disque Direitos Humanos (Disque 100), ou na unidade policial mais próxima, ou ainda pelo site da Polícia Civil: www.delegaciainterativa.am.gov.br.

O registro também pode ser feito diretamente na Especializada, localizada na rua do Comércio, s/n°, bairro Parque 10 de Novembro, zona centro-sul.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.