Últimas

Polícia identifica e prende mais dois homens que atearam fogo no 13° DIP

Manaus- Mais dois indivíduos envolvidos no incêndio de veículos que estavam estacionados no pátio do 13° Distrito Integrado de Polícia (DIP), situado no bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus, foram presos na manhã desta sexta-feira, 11, por policiais da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM).

Foto: Divulgação/ BLITZ AMAZÔNICO

Bruno Frota de Lima e Bruno Reydiney Amorim Barroso foram presos como principais autores diretos dos atentaos contra a delegacia no último domingo, 6, durante os ataques criminosos que ocorreram em todo o Estado do Amazonas.

A identificação da dupla foi apresentada pelo delegado adijunto do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) Rafael Guevara esta manhã, durante uma coletiva de imprensa realizada no prédio do Centro Integrado De Comando e Controle (CICC), localizado na avenida André Araújo, bairro Petrópolis, Zona Sul da capital.

De acordo com Guevara, a identificação dos envolvidos no crime partiu após os policiais terem acesso a imagens de câmeras de segurança, que mostram ambos os infratores conduzindo uma motocicleta e trajando ainda as mesmas roupas usadas logo após o crime.

Além da dupla apresentada esta manhã, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) efetuou na segunda-feira, 7, a prisão de outro envolvido no ato criminoso, identificado como Jailson de Lima Lisboa, 26.

“Além do atentado ao prédio do 13° DIP, eles participaram também de incêndios a ônibus em outros pontos da cidade”, salientou o delegado.

Durante a coletiva, a autoridade policial ressaltou a importância do trabalho integrado e efetivo realizado pelas equipes policiais para identificar e responsabilizar todos os autores desses atos de vandalismo que ocorreram no Amazonas e causaram grave risco à integridade física da população.

Relembra a prisão de Jailson de Lima

Após denúncias anônimas, as equipes policiais encontraram um dos participantes do ataque, escondido na rua Curi, no bairro Cidade de Deus, Zona Norte. Ao realizarem a abordagem, Jailson confessou a participação no incêndio criminoso e com ele foram encontradas diversas substâncias entorpecentes do tipo oxi e mais uma balança de precisão. Cinco outros participantes já foram identificados.

A caça dos incendiários

No domingo mesmo, SSP-AM montou um gabinete de crise para apurar e prender os criminosos que realizaram incêndios em vários veículos em Manaus e nos municípios do Estado.

De acordo com o secretário, Coronel Louismar Bonates, a ordem dos ataques aos veículos partiu de dentro do presídio no Rio de Janeiro. A polícia triplicou o número de viaturas e está realizando ronda perto dos prédios públicos, todos os policiais militares que estavam de folga foram chamados para retornar aos trabalhos.

Mais de 32 veículos foram danificados, entre eles ônibus dos transportes coletivos, carro de lixo, ambulância, veículos da prefeitura de Manaus e carros de passeio.

As ocorrências também aconteceram em Parintins, Iranduba e Careiro Castanho. Os incêndios em veículos na capital amazonense ocorreram nos bairros do Planalto, Petrópolis, Santa Etelvina, São José 2, Novo Aleixo, Cidade de Deus, Japiim, Tarumã Açu, Jorge Teixeira, Armando Mendes e Flores. A maioria dos veículos tiveram perda total.

A onda de ataques ocorreu por conta da morte do traficante Erick Batista Costa, vulgo “Dadinho” de 30 anos, ocorrido neste sábado, 5, durante troca de tiros com os policiais no Novo Aleixo.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.