Últimas

Policia incinera 1,5 toneladas de drogas em Manaus

Manaus - O combate ao tráfico de drogas no estado do Amazonas busca manter a segurança pública e o bem-estar da população.

Foto: Erlon Rodrigues/ BLITZ AMAZÔNICO

Foram incineradas1,5 tonelada de entorpecentes apreendidos pelo Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) ao longo das operações policiais deflagradas no estado. O procedimento foi realizado na manhã desta quarta-feira (16), por volta das 7h.

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Divisão de Recebimento, Análise e Distribuição de Inquéritos e Termos Circunstanciados de Ocorrência e de Armazenamento de Material Apreendido (Drad), informou que a incineração das drogas ocorreu em um depósito localizado no bairro Distrito Industrial 2, zona Leste da capital, e contou com apoio do Denarc e do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera).

De acordo com a delegada Leila Silva, diretora do Drad, as substâncias incineradas foram apreendidas durante os trabalhos policiais realizados pelo Denarc no combate ao tráfico de drogas no Amazonas.
"
Quando as substâncias são apreendidas nós a recolhemos e aguardamos a autorização da Justiça para que possamos realizar o processo de incineração"


Leila Silva, delegada


Toneladas de drogas


Em abril deste ano, duas toneladas de drogas foram incineradas em Manaus pela Secretaria de Segurança Pública. O entorpecente é resultado de apreensões realizadas durante operações policiais deflagradas no estado, desde o ano de 2020.

O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, disse que o material incinerado é resultado de um trabalho eficaz das equipes policiais com a ajuda da população, que vem denunciando frequentemente por meio de canais oficiais, como o 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

“Já estamos com o recorde de quase 11 toneladas nesses poucos meses. O governador Wilson Lima determinou reforço neste trabalho de combate ao tráfico, nos dando todo apoio. Nós também contamos com o apoio da população, que tem colaborado com o trabalho das equipes de investigação”, salientou o secretário.

*Com informações da assessoria

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.