Últimas

Postos de vacinação contra a Covid-19 não funcionarão nesta segunda-feira em Manaus

Os postos para a vacinação contra a Covid-19, montados pela Prefeitura de Manaus em todas as zonas da cidade, não funcionarão nesta segunda-feira, 21/6.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A suspensão do atendimento é para que a coordenação municipal do Programa Nacional de Imunização (PNI), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), possa fazer a consolidação de todos os dados da intensificação realizada no sábado, 19/6, quando o município ultrapassou a marca de 1 milhão de doses aplicadas desde o início da campanha.

Para avançar na imunização, a prefeitura abriu 28 postos de vacinação neste sábado, incluindo os sete tradicionais, e antecipou para 34 anos a faixa etária da população geral a ser atendida. Em pouco mais de nove horas de trabalho, foram aplicadas quase 42 mil primeiras doses da vacina.

A secretária titular da Semsa, Shádia Fraxe, explica que a pausa é necessária para a reorganização, uma vez que a intensificação foi além da faixa de idade prevista inicialmente, que era de 36 anos. “Foram duas grandes ações, em dois finais de semana seguidos, com um alcance significativo de pessoas vacinadas. Nossa intenção, seguindo a orientação do prefeito David Almeida, é avançar cada vez mais nas idades, porque nos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde, nós praticamente concluímos a imunização. Nesta segunda-feira, nosso pessoal da coordenação fará um levantamento geral do quantitativo de doses disponíveis para traçar a estratégia para as próximas etapas”, disse.

Em cinco meses de campanha, o “Vacinômetro” da Semsa indica que já foram aplicadas 1.015.425 doses, sendo 705.781 primeiras doses e 309.644 segundas doses. Só na categoria de faixa etária, são 454.234 doses aplicadas, sendo que o grupo de 34 a 59 anos é o que tem o maior número de pessoas vacinadas - 278.478 – entre primeira e segunda doses.

A Semsa reforça que apenas o esquema vacinal completo, com as duas doses indicadas pelos laboratórios fabricantes, a proteção contra o coronavírus estará assegurada. Segundo os registros da secretaria, das 197.092 pessoas que receberam a primeira dose da vacina CoronaVac/Butantan, 7.835 ainda não voltaram para tomar a segunda. Dos 482.864 que receberam o imunizante da AstraZeneca/Oxford, 8.069 já passaram dos 84 dias de intervalo para a segunda dose, totalizando 15.904 faltosos. Do imunizante da Pfizer, das 20.808 doses aplicadas, nenhuma ainda chegou ao prazo de 84 dias para a segunda dose.

“Pedimos a essas quase 16 mil pessoas que procurem os nossos postos a partir de terça-feira, 22/6, para concluir o esquema de proteção com a segunda dose. Façam isso por vocês, por seus familiares, amigos e vizinhos. Façam isso pela sociedade. Só com a vacinação completa estaremos protegidos e poderemos sair dessa pandemia, que ainda é preocupante”, apelou a secretária de Saúde do município.

Ainda na segunda-feira, a Prefeitura de Manaus informará quais serão as próximas etapas da campanha.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.