Últimas

Prefeitura de Manaus realiza coleta de resíduos eletroeletrônicos em parceria com empresa do Distrito Industrial

Dando continuidade ao “Junho Verde”, programação especial em alusão ao Mês do Meio Ambiente, comemorado em junho, a Prefeitura de Manaus realizará uma ação de “Coleta de Resíduos Eletroeletrônicos” nas proximidades das nascentes do igarapé do Gigante, um dos principais mananciais que desaguam no rio Tarumã-Açu, neste sábado, 19/6, a partir das 8h.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A ação conta com a parceria da empresa Hitachi Astemo e além da coleta, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) fará a doação de 200 mudas de plantas ornamentais para os moradores da comunidade.

O ponto de encontro, para o início da ação, será na rua 20, conjunto Jardim de Versalles, zona Oeste de Manaus. “A ação tem o objetivo de sensibilizar a população residente próxima às nascentes do igarapé do Gigante, quanto ao descarte direto desse tipo de resíduo nos ecossistemas locais. Tais resíduos têm impactos diretos nos meios bióticos e abióticos do patrimônio ambiental”, informou o secretário da Semmas, Antonio Ademir Stroski.

De acordo com a técnica ambiental da Semmas, Angeline Ugarte, a parceria com a Hitachi Astemo é importante porque reforça a estratégia de logística reversa e a responsabilidade socioambiental da secretaria e de todos os setores da sociedade.

“Neste sentido, a ação visa chamar a atenção de toda a comunidade residente às margens do igarapé do Gigante”, reforçou Angeline.

Ações

A ação deste sábado é a primeira que a Semmas vai realizar em parceria com a empresa, neste ano. As próximas irão ocorrer nos dias 26 de junho, no conjunto Augusto Montenegro, bairro Lírio do Vale, zona Oeste, e no início do mês de julho, na comunidade Nova Esperança, localizada na zona rural da Área de Proteção Ambiental (APA) Municipal Tarumã-Ponta Negra.

Resíduos

A empresa Hitachi Astemo, será a responsável pela coleta e destinação correta dos resíduos eletroeletrônicos, os quais são classificados como de Casse I (Perigosos) e identificados com a cor laranja no Sistema de Coleta Seletiva. Colaboradores da empresa também realizarão o plantio de 20 mudas de espécies frutíferas (ingá, cacau e açaí).

APA

A Área de Proteção Ambiental Tarumã-Ponta Negra foi criada pelo poder público municipal (Decreto nº 9.556/2008) em função da Bacia do Igarapé Tarumã-Açu. A manutenção dos ecossistemas da APA é estratégica para a perpetuação do patrimônio ambiental local, pois assegura condições para o fluxo gênico de diversas espécies da fauna amazônica incluindo o sauim-de-coleira (Saguinus bicolor), espécie endêmica da região de Manaus, incluída na lista de animais criticamente ameaçados de extinção, do Ministério do Meio Ambiente (MMA) em 2014.

Os seus ecossistemas vêm sofrendo pressões por várias atividades que ali têm se instalado, mas principalmente pelo descarte inadequado dos mais diferentes tipos de resíduos. Entre esses, estão aqueles conhecidos como metais pesados, que compõem os materiais eletroeletrônicos que quando em contato com o solo, as águas e a atmosfera produzem inúmeros males aos seres vivos e em especial à espécie humana.

Junho Verde

Coordenado pela Semmas, o “Junho Verde”, que conta com uma programação especial voltada para o Mês do Meio Ambiente, começou a realizar as ações no dia 1º junho.

Mesas-redondas, plantio e distribuição de mudas de plantas, ação educativa de combate às queimadas e intervenções artísticas são algumas das atividades que estão sendo realizadas dentro dos parques e unidades de conservação.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.