Últimas

Repórter da Globo se pronuncia após ser atacada por Bolsonaro

A repórter Laurene Santos usou as redes sociais na noite desta terça-feira (22) para se pronunciar após ser atacada pelo presidente Jair Bolsonaro em uma entrevista em Guaratinguetá, em São Paulo. O caso aconteceu na segunda-feira e vem repercutindo desde então. Bolsonaro se irritou com uma pergunta sobre não usar máscaras em eventos públicos e a hostilizou, mandando a repórter calar a boca.


"Oi, pessoal, boa noite. Passando pra uma conversa rápida com vocês, pra agradecer a todas as mensagens positivas que chegaram aqui desde ontem. Falo em meu nome e em nome do repórter cinematografico André Bias. Nós não conseguimos responder todas as mas esperamos que esse vídeo chegue até vocês como um abraço, um abraço em retribuição a tanta solidariedade", disse a jornalista da TV Vanguarda, afiliada da Globo no interior de São Paulo.

"Também gostaria de fazer minhas algumas palavras divulgadas no editorial do JN (Jornal Nacional) no último sábado e que descrevem vem este momento. 'Quando todos nós olharmos para trás, quando nos perguntarem o que fizemos para ajudar a evitar essa tragédia, cada um de nós terá a sua resposta'. Aos meus amigos jornalistas, eu desejo força e continuidade da missão de informar", prosseguiu.

Mais cedo, Laurene já havia desmentido uma notícia falsa que alguns apoiadores do presidente estavam espalhando nas redes sociais. A mensagem dizia que Laurene estava sem máscara em um evento, e chamava de “hipocrisia destes da Globo”.

A imagem, no entanto, se tratava de uma foto antiga da jornalista antes da pandemia.

“Atenção: Esta foto está sendo compartilhada nas redes sociais com uma informação falsa. O registro foi feito antes da pandemia, na cidade de Aparecida. Aproveito para reiterar meu respeito às inúmeras manifestações de apoio.”, escreveu Laurene mais cedo.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.