Últimas

Amazonas registra 1.788 acidentes com animais peçonhentos neste ano

Manaus/AM - O Amazonas registrou 1.788 casos de acidentes por animais peçonhentos no período de janeiro a junho deste ano, segundo o último balanço consolidado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-RCP). No primeiro semestre de 2020, o Estado recebeu notificações de 1.824, representando uma redução de 1,97%, quando se compara os dois períodos.


Com a chegada do período das vazantes dos rios no Amazonas, a FVS-RCP alerta para o perigo de novos ataques por animais, como cobras e escorpiões, que estão entre os animais envolvidos na maioria dos registros no Estado. As serpentes representam a maioria dos casos, com 1.271 acidentes notificados, seguido por escorpiões (285), aranhas (135), abelhas (21) e lagartas (15).

Prevenção - As principais maneiras de evitar acidentes com animais peçonhentos durante a vazante dos rios são: utilizar botas, luvas ou sacos plásticos durante a limpeza da casa; retirar lixo e entulho das residências, em que animais podem estar escondidos; cuidado com buracos e tocas; onde serpentes possam estar escondidas; e caso avistar um destes animais, acionar o corpo de bombeiros; evitar ratos e baratas, que podem atrair cobras e escorpiões.

Ranking por Municípios – Os municípios que mais registraram casos de acidentes por animais peçonhentos no primeiro semestre de 2021 foram: Manaus (214), Parintins (118), Itacoatiara (105), Maués (81), Rio Preto da Eva (74), São Gabriel da Cachoeira (56), Barreirinha (53), Apuí (52), Borba (43) e Atalaia do Norte (40).

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.