Últimas

Cinco empreendedoras de Manaus terão suas histórias de vida e de superação contadas em livros

Vanda, Rute, Michele, Maíse e Chay.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Cinco mulheres empreendedoras de Manaus que terão suas histórias inspiradoras de vida, força e superação contadas em livros. Elas superaram a concorrência de mais de 70 inscritas e foram as cinco selecionadas para participar do projeto “Biografias Colaborativas”, do Ministério do Turismo, que está sendo promovido pela concessionária Águas de Manaus na cidade.

O Biografias vai transformar a vida dessas mulheres. Além dos livros, elas terão a oportunidade de capacitações especializadas e de um aporte de R$ 10 mil para impulsionar ainda mais os próprios negócios. Na manhã desta quinta-feira (08), as cinco selecionadas se encontraram fisicamente pela primeira vez e foram recepcionadas pelo diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada. Elas tiveram a oportunidade de interagir, trocar experiências e iniciar as capacitações em empreendedorismo. “A gente fica muito feliz por poder contar as histórias dessas mulheres, por meio do projeto Biografias Colaborativas. Quero parabeniza-las pela vitória na etapa de seleção. Nosso objetivo é dar visibilidade para que as histórias delas inspirem outras pessoas na cidade”, pontuou o diretor-presidente da concessionária.

Ao longo do mês de julho, as biografadas vão passar por um processo de capacitação, coordenado pela associação Zagaia Amazônia, que também é parceira do projeto. As cinco empreendedoras receberão orientações para melhorar a gestão de seus negócios, além de seguirem com as próximas etapas do processo de criação e edição dos livros, ensaios fotográficos e mentorias.

Vitoriosas - Vanda Ortega é ativista indígena, tem 33 anos, técnica de enfermagem e costureira. Ele pretende investir o valor do prêmio na estruturação de um ateliê de roupas, para que a identidade do povo Witoto seja evidenciada nas peças produzidas. “Meu sentimento é de gratidão, por todos esses desafios que temos vivenciado. Participar do Biografias Colaborativas é um motivador pra gente pode sonhar novamente”, disse.

Rute Ferreira Lima tem 41 anos e é advogada. Ela teve uma reviravolta na vida quando sofreu um acidente de carro e precisou amputar uma de suas pernas. Hoje, ela é empreendedora do ramo ambiental, onde atua como consultora e pretende, com o prêmio, investir nessa área de atuação. "A Águas de Manaus está dando sua contribuição social e isso é muito importante. Eu vejo o trabalho de vocês junto às comunidades e principalmente o de ouvir o cidadão e estar mais perto e isso se representa aqui no Biografias Colaborativas. Fico muito feliz em ter sido selecionada”, conta.

Michelle Leite tem 34 anos e mora do bairro Aliança com Deus, zona Norte. É chef de cozinha e se realiza na culinária, ramo que empreende e onde deseja aplicar os recursos que serão obtidos junto ao projeto Biografias. “Perdi minha mãe para o câncer em 2018 e a partir daí eu fui buscando a superação. Toda essa história vamos contar no livro. Agradeço a empresa por me escolher para mais esse projeto”, disse.

Maíse Regina da Silva Ribeiro tem 53 anos, moradora do bairro Chapada, zona Centro-Sul. É bailarina, coreógrafa e professora de dança do ventre e pretende, com o projeto, investir em sua escola de dança, localizada no mesmo bairro em que mora. “Eu trabalho com mulheres 24 horas por dia e cada história que ouço é surpreendente. Pra mim, enquanto proprietária de um escola, em meio a pandemia, foi muito difícil, mas minhas alunas continuaram comigo e quero poder inspirar outras mulheres com minha história”, afirmou.

Chay Santos tem 31 anos e é publicitária, produtora de editorial de moda e tem uma agência, onde pretende investir os recursos obtidos no Biografias Colaborativas. “Que experiência incrível, um livro, vou contar minha história, junto com mulheres incríveis e eu só quero agradecer pela oportunidade”, pontuou.

Livros - Cada uma das cinco mulheres selecionadas vai contar com biógrafas exclusivas, com as quais compartilharão suas histórias de vida, iniciando o processo de captação para confecção do livro. O lançamento das obras está previsto para o fim do ano e será disponibilizado para venda em livrarias e site. Os valores referentes aos direitos autorais da venda dos livros serão repassados para as biografadas.

Em convergência de mídias, o último capítulo será em branco, pois a renda das vendas será direcionada ao negócio de cada empreendedora. Assim, essas histórias inspiradoras continuarão sendo escritas a muitas mãos. Desta vez, com a participação do leitor que incentivar o projeto. Os capítulos finais dos livros serão disponibilizados no site do projeto - um mês após o lançamento - para os leitores que adquirirem os exemplares.

O projeto Biografias Colaborativas é apresentado pelo Ministério do Turismo, através da Lei de Incentivo à Cultura, patrocinado pela Águas de Manaus, idealizado pela NBS SoMa, com realização da Sagre Consultoria, Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.