Últimas

Cirurgião plástico é preso suspeito de abusar sexualmente de 86 mulheres

O cirurgião plástico Klaus Wietzke Brodbeck foi preso nesta sexta-feira (16), em Gramado, no Rio Grande do Sul, suspeito de ter cometido abusado sexualmente contra 86 mulheres. 


O médico foi alvo de uma operação da Polícia Civil na terça-feira (13) após 12 mulheres o denunciarem de abuso sexual, assédio, importunação e estupro. Após a operação, em que Klaus foi alvo de busca e apreensão, outras denúncias contra ele foram registradas chegando ao total de 86.

De acordo com o G1 RS, dentre as vítimas estão três funcionárias dele e pacientes, sendo que uma delas teria sido sedada e estuprada após cirurgia.

As denunciantes alegam que o médico as abusava durante os exames ou consultas. Uma delas o procurou para colocar prótese de silicone nos seios, mas foi obrigada a tirar toda a roupa e foi apalpada.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.