Últimas

Faar distribui cartões do Auxílio Estadual para atletas em Manaus

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), deu continuidade, na tarde desta terça-feira (13/07), às entregas dos cartões do Auxílio Estadual para atletas, paratletas e profissionais de educação física do estado. Nesta primeira fase estão sendo contemplados 589 profissionais, com um investimento de R$ 353.400,00.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Nesta manhã, o Governador Wilson Lima lançou o Auxílio Estadual para profissionais do Turismo, Cultura e Esporte. O valor do benefício será pago em três parcelas de R$ 200 mensais. A primeira parcela do benefício é disponibilizada 48 horas após a entrega do cartão. A segunda parcela será paga em 5 de agosto, e a terceira e última, no dia 5 de setembro. Inicialmente, 1.142 profissionais que tiveram os cadastros aprovados serão beneficiados, com um montante de recursos de R$ 685.200,00.

“Para nós é motivo de muita alegria, neste momento, nós estarmos realizando essa ação, que é um dos indicativos do governador Wilson Lima, que é justamente o Auxílio Estadual para os esportistas, tanto aqueles atletas federados, quanto para os professores de educação física, que foram muito afetados por essa pandemia. Estamos muito felizes em poder realizar, agora, efetivamente, esse auxílio”, disse o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.

Os beneficiários do Auxílio Estadual do Esporte receberam os cartões no Salão Bossa Nova, localizado na Arena da Amazônia, avenida Constantino Nery. As entregas ocorrem nesta terça, das 14h às 18h, para os beneficiários cujos nomes começam com letras de A até H.

Os demais cartões continuarão a ser distribuídos nesta quarta-feira (14/07), no mesmo local, das 8h às 18h. A lista completa e mais informações, inclusive sobre a reabertura do cadastro, estão disponíveis em: www.faar.am.gov.br.

Contemplados - O capoeirista Asafe Ribeiro foi um dos primeiros atletas a comparecer na Arena da Amazônia para receber o cartão do Auxílio Estadual, na tarde desta terça. Ele diz que a ajuda será fundamental para que possa continuar ajudando a família sem abrir mão do esporte.

“Vai me desenvolver como atleta, porque como eu não estou trabalhando, agora, de carteira assinada, nem ativo, tudo o que entra agora em questão de auxílio é lucro. Tanto pra minha vida pessoal como pra esportiva”, avalia o lutador.

Já o paratleta de halterofilismo, Carlos César, celebrou a inclusão dos atletas federados e profissionais de educação física entre os beneficiados pelo auxílio criado pelo Governo do Amazonas. Segundo ele, desde o início da pandemia tem sido inviável trabalhar de maneira adequada, prejudicando bastante a vida financeira. “Graças a Deus o governo Wilson Lima deu uma olhada pra gente em relação a esse auxílio”, comemorou.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.