Últimas

Globo demite cinegrafista acusado de assediar produtoras em festinha em hotel do Japão

A Globo demitiu o cinegrafista Mikael Fox na última sexta-feira (16) após duas produtores o acusarem de assédio durante uma festa no Japão. Mikael estava há 15 anos na emissora e estava no Japão para trabalhar na cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. 


De acordo com a Veja Rio, a festa com 12 pessoas ocorreu no corredor do hotel onde os profissionais da Globo estão cumprindo isolamento antes da cobertura dos jogos. Os profissionais comemoravam o aniversário de outro cinegrafista.

Depois da confraternização nos corredores, todos foram para o quarto de uma das pessoas que estavam na festa e lá o assédio teria sido cometido por Mikael. As duas mulheres levaram a denúncia à chefia no dia seguinte e o caso foi repassado para o comando de esporte da Globo, no Rio de Janeiro, que determinou o retorno imediato do cinegrafista ao Brasil.

Mikael chegou na quinta-feira (15) e na sexta-feira (16) foi demitido.

A Globo não comentou sobre o caso de assédio, mas confirmou a demissão. “Por decisão da Globo, que não foi tomada por nenhum profissional do time que está em Tóquio, o repórter cinematográfico Mikael Fox não faz mais parte do time de Esporte da empresa. Sobre os questionamentos de compliance, a Globo não tolera comportamentos abusivos em suas equipes”, informaram em nota.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.