Últimas

Governo do Amazonas avança nos processos de desapropriação de imóveis nas obras do Anel Sul e Anel Leste

Determinado a concluir as obras e serviços de engenharia de construção dos anéis viários Sul e Leste – consideradas as maiores intervenções viárias já realizadas em Manaus – o Governo do Amazonas realizou, em apenas dois anos de gestão do governador Wilson Lima, os termos de desapropriação de imóveis situados na área de influência das obras, cujo contrato foi assinado em 2013 e ficou paralisado por cinco anos, sendo retomado na atual gestão em ritmo acelerado.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O governador Wilson Lima destinou cerca de R$ 9,79 milhões ao Anel Sul e R$ 16,6 milhões ao Anel Leste, para que fossem realizadas as desapropriações dos imóveis no entorno dessas obras, permitindo assim o andamento dos trabalhos.
De 135 imóveis iniciais, no Anel Sul, 83 proprietários já receberam suas indenizações com investimento em torno de R$ 6,5 milhões. Restam agora 50, que se encontram em processo de avaliação e desapropriação, com projeção de investimento de cerca de R$ 3,2 milhões.

No Anel Viário Leste, foram desapropriados 120 imóveis, com investimento de R$ 6.628.980. Restam outros 231 imóveis cujos processos estão em tramitação, totalizando 351 imóveis, com previsão de investimento de mais R$ 11 milhões.

Obras – As desapropriações dos imóveis são necessárias para abrir espaço físico para a realização da obra do Anel Sul, na duplicação da pista que vai do entroncamento da Estrada do Tarumã com a Avenida Torquato Tapajós até a Avenida Santos Dumont, também conhecida como Estrada do Aeroporto, e ainda a construção da pista com 18,3 quilômetros do Anel Les,0te, que fará ligação direta Distrito Industrial ao Anel Sul, Aeroporto Eduardo Gomes e Rodovias AM-010 e BR-174

Benefícios da obra – O complexo viário formado pelos Anéis Sul e Leste irá desafogar o trânsito da Avenida Torquato Tapajós, com a abertura de novas vias de acesso ao Centro da cidade (pela estrada do Tarumã) e ao Distrito Industrial, reduzindo o tempo de viagem e os gastos com combustível.

Além disso, o Anel Viário Sul interligará o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, às Rodovias AM-010 e BR-174 e também ao Anel Viário Leste, criando uma rota expressa entre o distrito e o aeroporto. A Duplicação do Anel Sul tem previsão de entrega para dezembro de 2021 e o Anel Leste para dezembro de 2022.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.