Últimas

Governo do Amazonas destina mais de 6 mil cestas básicas para pescadores artesanais de Manacapuru

Em continuidade às ações constantes do Governo do Amazonas voltadas para o setor primário, foram entregues nesta sexta-feira (16/07), por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), 6.346 cestas básicas para pescadores artesanais de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), afetados pela enchente histórica e pela pandemia de Covid-19.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O governador do Estado, Wilson Lima, participou das entregas em agenda no município, que incluiu a inauguração da feira de produtos regionais da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) na cidade.

As cestas básicas foram entregues para a Associação de Pescadores do município, o Sindicato de Pesca (Sindpesca) e para a Colônia de Pescadores Z-9, responsáveis pelo repasse aos pescadores que possuem o Registro Geral de Pesca (RGP) ativo junto à Secretaria Especial de Aquicultura e ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

De acordo com o secretário executivo de Pesca da Sepror, Leocy Cutrim, a doação é fruto do termo de cooperação técnica entre a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab); o Governo do Amazonas, por meio da Sepror; e o Governo Federal, por intermédio do Ministério da Cidadania (MC), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Superintendência Federal da Agricultura (SFA).

“Essas cestas, elas têm o nome, têm o CPF, e a pessoa assina do lado recebendo. Isso mostra um trabalho de transparência que tem esse Governo, de chegar os recursos do Governo Federal e a gente levar até a ponta, até o pescador, até aquele que mais precisa do nosso apoio”, enfatizou Cutrim.

Entregas – De acordo com a Secretaria Executiva de Pesca e Aquicultura da Sepror, que é responsável pela logística das cestas, já foram entregues mais 5 mil cestas básicas, distribuídas em 10 municípios: Itapiranga, Silves, Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo, Novo Airão, Maués, São Paulo de Olivença, Boa Vista do Ramos, Caapiranga e Nhamundá.

Benefício – Ao todo, serão entregues aproximadamente 58,9 mil cestas de alimentos para os pescadores artesanais cadastrados em entidades ligadas ao SFA/Mapa, que residem nos 61 municípios do estado e na capital, Manaus.

Na quinta-feira (15/07), foram entregues 1.429 cestas para o município de Iranduba. A ação de entrega das cestas continuará no sábado (17/07), em Tapauá, onde serão doadas 2.902 cestas básicas. Para encerrar a ação itinerante, no domingo (18/07), serão entregues 684 cestas no município de Canutama.

Feira regional – Ainda durante a manhã, a ADS realizou a inauguração da feira regional para 30 feirantes da agricultura familiar. Na ocasião, foram entregues três tendas, três expositores de pescado, 70 mesas, 70 cadeiras, 70 coletes e uma faixa.

A diretora-presidente da ADS, Michelle Bessa, falou sobre a importância da inauguração em Manacapuru. “Nós estamos trazendo três tendas aqui, mesas, cadeiras, bonés e coletes para os feirantes. São 30 feirantes, 30 famílias sendo beneficiadas aí, através de um espaço maravilhoso para eles estarem vendendo e comercializando essa produção”, explicou.

O evento contou, também, com a doação de 3 toneladas de pescado, adquiridos de pescadores locais; e 5 toneladas de produtos regionais de produtores locais. Os produtos serão doados para famílias carentes que foram atingidas pela enchente deste ano. Além disso, a ADS no município passará a contar com uma picape 4x4.

Apoio a famílias rurais – Por meio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), o Governo do Estado entregou uma patrulha mecanizada para apoiar mais de 150 famílias rurais.

Serão mecanizados cerca de 180 hectares distribuídos na rodovia estadual AM-070, nas comunidades Rei Davi, Costa do Laranjal, Nova Esperança, Mariano, Santa Luzia e ramal do Laranjal; e também na AM-352, nas comunidades Nova Aliança, Monte Sinai, Grande Vitória, Nova Esperança, Sê Tu Uma Bênção e Ramal do Manairão.

O Idam também entregou 150 Cartões do Produtor Primário (CPPs), beneficiando produtores das comunidades Divino Espírito Santo, São João Batista, Canabuoca I, Sacambú, Nossa Senhora da Conceição, São José, São Raimundo, Lírio do Vale, São Lázaro, Nova Aliança, Manairão e Monte Sinai.

Nessas comunidades são realizados os cultivos de guaraná, açaí, mandioca, milho, fruticultura e horticultura. O documento concede isenção do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), descontos na aquisição de insumos e maquinários agrícolas; e descontos na conta de energia elétrica.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.