Últimas

Incêndio na Cinemateca é herança maldita do petismo, diz Mario Frias

Brasil – O secretário Especial de Cultura, Mario Frias, rebateu, na manhã desta sexta-feira (30/7), crítica do deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) e disparou: ” O estado em que recebemos a Cinemateca é uma das heranças malditas do governo apocalíptico do petismo”.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Um incêndio atingiu um galpão de mil metros na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, na noite dessa quinta-feira (30/7).

Em uma rede social, Pimenta afirmou que a cultura está em chamas no “Brasil das trevas bolsonaristas”. O deputado federal também apontou se tratar de uma responsabilidade de um governo que, segundo ele, não respeita e não investe na cultura do povo.

Mario Frias, André Porciuncula e o ministro do Turismo, Gilson Machado, rebateram Pimenta.

“O estado que recebemos a Cinemateca é uma das heranças malditas do governo apocalíptico do petismo, que destruiu todo o Estado para rapinar o dinheiro público e sustentar uma imensa quadrilha de corrupção e sujeira criminosa”, disse Frias. “Não tivessem feito isto, teríamos verba para criar mil novas cinematecas”, prosseguiu o secretário.

“Eles criam o problema e culpam quem tentar resolver”, sintetizou Porciuncula, secretário Nacional de Incentivo e Fomento à Cultura.

“Petismo é isso: quando a montanha fala, ela cria o problema e culpa quem está tentando resolvê-lo. Quantas cinematecas seriam criadas com os bilhões que foram judicialmente devolvidos no Mensalão e na Lava Jato? Afinal, no bolsonarismo não temos presidente ex-presidiário”, completou Gilson Machado.

Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.