Últimas

Lixo impede mergulho de bombeiros que buscam corpo de adolescente em igarapé de Manaus

Manaus/AM - A enorme quantidade de lixo e matéria orgânica descartada no Igarapé do Franco, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, tem dificultado, nesta terça-feira (13) as buscas pelo corpo de Edmundo Alencar, de 17 anos. O jovem desapareceu nessa segunda (12), após cair no igarapé para resgatar um bola. O amigo dele, Moisés Alves, mesma idade, foi encontrado pela madrugada. 


De acordo com capitão João Filho, subcomandante do Corpo de Bombeiros, os mergulhadores não podem submergir por conta da poluição das águas. “O que está sendo feito é uma varredura com um equipamento chamado espinhel que possui vários anzois”, disse.

A corporação atua com 14 homens no local com auxílio de dois botes. O subcomandante explica que quem não souber nadar, é preciso ficar atento em casos semelhantes.

“Se não tem a técnica, não se jogue na água que você não conhece para salvar ninguém. A orientação é lançar alguma coisa para que a pessoa flutue. Nesse caso, por conta do lixo, a água fica mais densa e é difícil de flutuar. Quem sabe nadar em piscina ou águas limpas, certamente encontra dificuldade em águas desse tipo”, finalizou Filho.

Os jovens estavam jogando uma partida de futebol no Centro de Convivência da Família da Compensa e entraram na água para resgatar a bola. As buscas continuam.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.