Últimas

‘Missão Arara’ da Suframa enfoca projetos de desenvolvimento em Roraima

As potencialidades socioeconômicas advindas da criação de uma Zona de Desenvolvimento Sustentável em Roraima foi um dos principais temas abordados na “Missão Arara”, realizada em Boa Vista nesta semana.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Arara é um projeto da Suframa criado para promover ações de integração e sinergia de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento regional.

Uma comitiva da Autarquia - liderada pelo superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional da Suframa, Manoel Amaral, e composta por servidores das coordenações gerais de Gestão Tecnológica (CGTEC), de Desenvolvimento Regional (CGDER) e de Estudos Econômicos e Empresariais (COGEC) - esteve no Estado, de 26 a 29, cumprindo agenda institucional, com uma série de ações para o fomento de projetos de interiorização do desenvolvimento.

Para Amaral, a criação da Zona de Desenvolvimento Sustentável em Roraima - em estágio avançado de elaboração - combinada aos parâmetros do Zoneamento Econômico Ecológico (ZEE Estadual) pode gerar um conjunto de ações de fomento de atividades produtivas no Estado. A discussão sobre o tema ocorreu, na terça-feira (27), em duas reuniões: uma com foco mais técnico, na sede da Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan-RR); e outra no Palácio Senador Hélio Campos, sede do Governo de Roraima, a qual contou com a participação de seis dos 15 prefeitos dos municípios existentes no Estado: Joner Chagas (Bonfim), André Castro (Cantá), Jairo André Ribeiro (Iracema), Juliano Torquato (Pacaraima), Luíza Maura (São João da Baliza) e Tuxaua Benisio Roberto (Uiramutã).

“A Zona de Desenvolvimento Sustentável, aliada à preparação do ecossistema local de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) para captar recursos das contrapartidas da Lei da Informática, pode ocasionar a superação de gargalos do setor produtivo local e impulsionar empreendimentos no contexto da bioeconomia”, explicou Amaral.

A programação da agenda da comitiva contou, na segunda-feira (26), com uma visita de inspeção no local onde está sendo construído o Distrito Industrial de Roraima. A obra está contemplada pelo Convênio Suframa nº 04/2019, pelo qual estão previstos investimentos de aproximadamente R$10 milhões. Além das visitas técnicas, também foram realizadas reuniões de integração e alinhamento com instituições, como o Sebrae-RR, Seplan-RR, Universidade Federal de Roraima, Instituto Federal de Educação, entre outras. “O objetivo dos encontros com esses órgãos foi o fortalecimento do ecossistema regional de PD&I, com utilização estratégica dos benefícios mencionados no marco legal da Lei de Informática para impulsionar a realização de projetos tecnológicos estruturantes”, explicou Amaral.

Na quarta-feira (28), foi a vez da Suframa realizar palestra sobre Investimentos em PD&I na Amazônia Ocidental (AMOC), destinada aos representantes do governo estadual e Institutos de Ciência & Tecnologia (ICTs) públicas e privadas de Roraima. “Também divulgamos a importância do cadastramento por parte das empresas nos sistemas da Suframa. Dos 18 mil CNPJs de Roraima, apenas quatro mil são ‘Suframados’. Ou seja, apenas cerca de 22,2% de empresas de Roraima estão aptas a receber todos os incentivos fiscais contemplados com o cadastro e regularização”, ressaltou o superintendente adjunto. Também foi realizada uma reunião com o governador Antônio Denarium para discutir, entre outros temas, a Zona de Desenvolvimento Sustentável do Estado.

Na quinta-feira (29), como parte final da agenda, ocorreu a reunião entre a equipe da Suframa e o prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique Brandão Machado, para abordar projetos de incremento do desenvolvimento regional na capital. O acrônimo que nomeia a Missão Arara faz referência às iniciais dos Estados que abrangem a área de atuação da Autarquia (Amazonas, Rondônia, Acre, Roraima e Amapá).

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.