Últimas

Policiais civis do 1° DIP prendem homem condenado a 14 anos de prisão por estupro de vulnerável ocorrido em 2010

Nesta terça-feira (27/07), por volta das 13h, policiais civis do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriram mandado de prisão em nome de um homem, de 42 anos, em razão de sentença condenatória por estupro de vulnerável que teve como vítima sua própria enteada, uma menina de 9 anos. O crime ocorreu em 2010, no bairro Novo Aleixo, zona norte da capital.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

De acordo com o delegado Marcos Arruda, titular do 1° DIP, o homem foi preso no mesmo bairro onde o crime aconteceu. Segundo Arruda, naquele ano, a mãe da criança compareceu à delegacia e relatou que o indivíduo havia abusado da menina, tocando em suas partes íntimas.

“A criança morava boa parte do tempo com a avó materna, porém passava alguns dias na casa de sua mãe. Em determinado momento, a mãe da criança não estava em casa, e o infrator aproveitou para cometer o crime. Tendo inclusive acontecido mais de uma vez naquele período”, relatou o delegado.

Conforme a autoridade policial, a vítima realizou o exame de corpo de delito, onde foi constatado que a mesma possui hímen complacente. Sendo assim, foi solicitado à Justiça pelo mandado de prisão em nome dele e a ordem judicial foi expedida no dia 13 de junho deste ano, pela juíza Bárbara Folhadela Paulain, da 2ª Vara Especializada em Crimes contra Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes.

Procedimentos - O homem foi condenado a 14 anos de prisão por estupro de vulnerável. Após os trâmites cabíveis na delegacia, ele será levado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), e ficará à disposição da Justiça.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.