Últimas

Postos de combustíveis são notificados após irregularidades encontradas no Amazonas

Manaus/AM - Durante a Operação Petróleo Real, que acontece em todo o país nesta quinta-feira (8), ao menos, 10 postos de combustíveis apresentaram irregularidades e foram notificados pelo Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM). 



De acordo com o órgão, a operação fiscalizou bombas medidoras e o quantitativo de cerca de 40 postos de combustíveis da capital e no Iranduba, Manacapuru e Itacoatiara, além de postos flutuantes.

Entre os erros encontrados, estão erros o da oferta de até 140 ml inferior ao do declarado no painel da bomba medidora, além do vazamento no distribuidor de ar e gás com risco de potencial explosão.

Após a autuação, os postos terão prazo de 24 horas para fazer a devida correção, tendo o mesmo 10 dias para apresentar defesa escrita junto ao Ipem-AM.

“Orientamos que os consumidores observem no ato do abastecimento se as bombas medidoras possuem o selo de verificação do Ipem/ Inmetro que garante a confiabilidade na entrega do produto. A cada suspeita, o posto é obrigado a realizar uma verificação na presença do consumidor utilizando a medida padrão de 20 litros. A cada 20 litros abastecidos, a margem de erro permitida é de mais ou menos 0,3% ou seja, 60 ml”, disse o diretor-presidente do Ipem-AM, Márcio Brito.

O consumidor que desconfiar de possíveis irregularidades, deve denunciar junto à Ouvidoria do Ipem-AM, pelo telefone 0800 092 2020, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.