Últimas

Prefeitura de Manaus reabre creche Maristela Martins Rebouças para atividades presenciais

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), reabriu as portas da creche Professora Maristela Martins Rebouças, no bairro Cidade Nova, zona Norte, na manhã desta terça-feira, 20/7, para receber 90 crianças, após nove meses da inauguração.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, afirmou que a volta às atividades presenciais nessa creche vai favorecer os pais que precisam trabalhar e as crianças, que vão ter educação de qualidade desde os primeiros anos.

“O prefeito David Almeida, eu e nossa equipe estamos fazendo um esforço grande para colocar o máximo de escolas em condições de funcionamento, para atendermos cada vez mais e melhor a nossa comunidade. Eu gosto de abrir escola, mas abrir creche é muito gratificante. As creches da Prefeitura de Manaus, administradas pela Semed, são uma extensão dos lares das nossas famílias. As crianças são sempre bem acolhidas e bem tratadas, as professoras são cuidadosas e o ambiente é bem feliz”, afirmou Pauderney.

Segundo a gestora da creche, professora Ivânia Morais, a unidade tem 171 crianças matriculadas, mas, no primeiro momento, 90 crianças do maternal 1 e 2 vão iniciar as atividades presenciais das 7h às 16h, de segunda a quinta-feira. “Consideramos que hoje é a estreia da creche. Ela iniciou no ano passado, mas apenas de forma virtual, por conta da pandemia. Estamos começando com bebês de um e dois anos, e eles precisam passar por um período de adaptação, a partir disso, vamos iniciar com as demais turmas”, explicou.

Os pais e responsáveis pelas crianças comemoraram o retorno presencial e destacaram os cuidados com a prevenção ao novo coronavírus. A industriária Leonita Oliveira de Souza, que tem uma criança de dois anos na creche, afirmou que o momento é de recomeço e a abertura da unidade escolar vai ajudar os pais, que terão um local seguro para os filhos enquanto estão trabalhando. “Tudo tem seu tempo certo. Nesse momento, é o tempo de recomeçar. Aos poucos vamos conseguindo ter um novo normal e considero que a forma presencial é importante, com todos os cuidados necessários, como o uso de máscaras e higienização das mãos, e é o que vi quando cheguei aqui”, contou.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.