Últimas

Prefeitura elege representante no Conselho de Acompanhamento Social do Fundeb

A Prefeitura de Manaus realizou, na manhã desta sexta-feira, 9/7, a eleição para escolher o representante dos diretores do Conselho de Acompanhamento Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O gestor Marcos Paulo da Rocha, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), foi eleito com 34% dos votos. A votação ocorreu por meio da plataforma Google Meet. A suplente será a gestora Lucy Meire Braga, eleita com 25,5% dos votos.

Do total de 14 candidatos indicados pelas sete Divisões Distritais Zonais (DDZs) da Semed, sendo dois de cada divisão, oito educadores abriram mão da candidatura e somente seis concorreram. A eleição contou com todos os candidatos com direito a voto e mais 50 delegados designados para o processo eleitoral.

Para realizar um trabalho de acompanhamento e a indicação dos educadores, foi formada uma Comissão de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (CACS/Fundeb). Os eleitos assumem os cargos assim que o decreto for publicado. Os educadores vão acompanhar, controlar a distribuição, a transferência e a aplicação dos recursos do Fundeb.

Para o diretor do Departamento de Administração e Finanças da Semed, Marcelo Magaldi Alves, a eleição é algo necessário e designou o diretor que estará no acompanhamento das verbas do Fundeb.

“Hoje nós realizamos a eleição para o segmento de diretor de escola. Estamos compondo o novo conselho de acompanhamento social do Fundeb, onde o eleito vai fiscalizar. Isso é muito importante para acompanhar todos os gastos desse fundo, que realmente financia de forma muito efetiva toda a educação básica do município de Manaus”, explicou.

Eleito como representante, o gestor Marcos Paulo da Rocha, da escola municipal Genilda Martins Pereira, bairro Tancredo Neves, zona Leste, disse que já foi presidente do mesmo segmento em 2016.

“Ser o representante dos diretores é de enorme importância, pois significa representar os gestores públicos que vivenciam todos os dias o cotidiano escolar. Espero responder com muita responsabilidade e dedicação a confiança que meus colegas depositaram em mim. É preciso acompanhar com imparcialidade e independência a otimização dos recursos do Fundeb, zelando para que sejam bem aplicados, levando em consideração o binômio da honestidade e da transparência”, disse.

A suplente será a gestora Lucy Meire Braga, da escola municipal República do México, bairro Flores, zona Centro-Sul, que afirmou ter muita disposição para cumprir o que for determinado.

“É uma honra poder participar de forma democrática da escolha dos membros. Somos conhecedores do déficit de atendimento e qualidade da educação pública, razão pela qual esse fundo deve ser bem utilizado. Logo eu, como representante dos gestores, me comprometo a acompanhar a transferência e a aplicação dos recursos do Fundeb, defendo a revisão dos planos de cargos, carreiras e salários, bem como, o pagamento de abono em caso de sobra do recurso”, concluiu.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.