Últimas

Vacinação reduz em 51% o número de internações de idosos por covid no Amazonas

Manaus/AM - Um levantamento feito pela pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Doutora Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), mostram que o número de internações de idosos acima dos 60 anos pela covid-19, reduziu 51%. A queda é atrelada ao avanço da campanha de vacinação no Amazonas. 


Os dados, que levam em consideração o período de maio a junho de 2 021, foram apresentados nesta quinta-feira (8): "A gente já consegue mensurar isso, o reflexo do avanço da campanha de vacinação, principalmente na população idosa, acima de 60 anos. A gente percebe uma redução importante tanto na incidência de casos, quanto número de internações e principalmente em relação aos óbitos", ressaltou o diretor-presidente da FVS-RCP, Cristiano Fernandes.

No próximo sábado (10), cinco municípios recebem o mutirão de vacinação, são eles: Itacoatiara, Urucará, Iranduba, Itapiranga e São Sebastião do Uatumã. Em todos eles, os mutirões são direcionados à população a partir de 18 anos.

Quase 1,6 milhão de pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em todo o estado.

Queda nos índices

A pesquisa mostra que a média móvel de casos por dia de diagnóstico, até esta quarta-feira (7), teve redução de 12% no Amazonas. A queda foi de 27% somente no interior, e de 4% em Manaus.

Em relação à média móvel de óbitos, considerando o período de 1° de janeiro até 7 de julho, a redução foi de 29% em todo o Amazonas, e de 47% somente no interior do estado.

Faixa etária

No comparativo da taxa de incidência, segundo faixa etária, os casos de Covid-19 em pessoas maiores de 60 anos caíram 26% em junho de 2021, em relação ao mês de maio. A redução foi de 6% em pessoas de 20 a 59 anos; e de 16% na população menor de 20 anos.

No mesmo período, as internações de pessoas acima de 60 anos registraram queda de 51%. A redução das hospitalizações foi de 10% na população de 20 a 59 anos, e de 20% nos menores de 20 anos.

A taxa de mortalidade também apresentou redução expressiva de 57% nas pessoas maiores de 60 anos, e 51% na faixa etária de 20 a 59 anos.

A FVS-RCP alerta que, atualmente, a incidência de Covid-19 é maior em pessoas com comorbidades como diabetes, cardiopatias e hipertensão, especialmente naquelas que têm acima de 60 anos.

"Mesmo as pessoas que já receberam as duas doses do imunizante não estão isentas de contrair a Covid-19. Por isso as medidas de prevenção, tanto individuais quanto coletivas, são extremamente importantes. Uso de máscara, lavagem correta das mãos, evitar locais com aglomerações são medidas adotadas de forma complementar à vacina. Só dessa forma a gente via conseguir diminuir ainda mais os casos no estado", afirmou Cristiano Fernandes.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.