Últimas

Amazonastur e Cetam firmam parceria para ofertar 6.150 vagas em cursos gratuitos para profissionais de turismo do AM

A Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) assinaram, nesta sexta-feira (20/08), um termo de cooperação técnica que vai viabilizar a oferta de 6.150 vagas em 20 cursos gratuitos de qualificação profissional exclusivos para profissionais de turismo em 26 municípios do estado. Ainda neste mês será divulgado edital de inscrição para os cursos, que têm previsão de início no mês de setembro.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O investimento na qualificação profissional faz parte da estratégia do Governo do Amazonas de fortalecer o turismo e preparar o setor para o período pós-pandemia, o que visa potencializar o atendimento dos visitantes do estado. A oferta dos cursos também vai fomentar o desenvolvimento econômico e social das regiões alcançadas.

O presidente da Amazonastur, Sérgio Litaiff Filho, reforça que a ação vai garantir que o turismo no Amazonas tenha uma retomada de forma qualificada, agregando valor aos produtos turísticos.

“Esse foi um pedido da categoria que levei ao governador Wilson Lima e que hoje se torna uma realidade, graças à parceria do diretor-presidente José Augusto (do Cetam). A oferta desses cursos é fundamental para que gere emprego, renda, desenvolvimento dos municípios do interior. Isso dá a possibilidade de que os nossos profissionais façam um atendimento de melhor qualidade, inclusive em outros idiomas. Caminhamos assim para o fortalecimento do Amazonas como destino turístico”, disse Litaiff.

Inicialmente, a capacitação ocorrerá nesses municípios, mas não está descartada a participação de outros de acordo com a demanda das cidades. O início exato das aulas ocorrerá de acordo com o cronograma de atividades dos municípios.

De acordo com o diretor-presidente do Cetam, José Augusto de Melo, a escolha dos cursos para cada município é feita por meio de um estudo técnico entre a Amazonastur e Centro de Educação Tecnológica.

“O Cetam tem a missão de oferecer cursos técnicos, cursos de qualificação profissional, mas a gente tem a preocupação de oferecer cursos que gerem trabalho, emprego e renda. Então a gente precisa se aproximar dos órgãos como a Amazonastur, e ela ouvir as demandas que vêm das comunidades, das lideranças, das associações dos municípios. Essa demanda é levantada individualmente. Dessa forma, ficamos na linha de frente para recuperar a economia, investindo nas pessoas”, completou Augusto.

Cursos – Os cursos oferecidos serão realizados por meio de ensino híbrido (on-line e presencial), de acordo com a disponibilidade do público-alvo e respeitando todos os protocolos de biossegurança contra a Covid-19. Dentre os cursos ofertados estão: gastronomia, hotelaria, garçom, condutor de turismo de aventura, condutor de turismo de pesca, entre outros voltados exclusivamente aos profissionais do turismo.

Secretários e representantes dos municípios participaram da cerimônia presencialmente e também via videoconferência. A secretária de Indústria, Comércio e Turismo de Novo Airão, Suziane Oliveira, destacou que a qualificação profissional é fundamental para a retomada do turismo, tendo em vista que o visitante está cada vez mais exigente.

“Quando falamos de turismo necessitamos falar de capacitação profissional. E essa parceria com o Cetam, Amazonastur e os municípios vai propiciar um novo tempo. Estamos em um momento de retomada gradual das atividades turísticas. Há uma necessidade muito grande cada vez maior de um público cada vez mais exigente que exige qualificação profissional. Então fica aqui nosso agradecimento ao Governo do Estado”, disse a secretária.

A qualificação profissional será realizada nos seguintes municípios que fazem parte do Mapa do Turismo brasileiro: Anamã, Anori, Barcelos, Benjamim Constant, Boa Vista do Ramos, Borba, Careiro, Humaitá, Iranduba, Itacoatiara, Maués, Manacapuru, Manaus, Manaquiri, Novo Airão, Novo Aripuanã, Parintins, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Santa Isabel do Rio Negro, São Sebastião do Uatumã, Tabatinga, Tefé e Uarini.

Os municípios de Barreirinha e Nhamundá, apesar de não fazerem parte do Mapa, também estão contemplados.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.