Últimas

Defensoria do Amazonas lança série de vídeos para incentivar enfrentamento à violência contra a mulher

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) lançou, nesta sexta-feira (20/08), uma série de vídeos com o intuito de conscientizar a população sobre os diferentes tipos de violência contra a mulher. A iniciativa faz parte da campanha de enfrentamento à violência contra as mulheres, em suas diversas formas, intitulada “O silêncio machuca. Denuncie!”, promovida pela instituição em alusão ao Agosto Lilás, movimento de conscientização pelo fim da violência contra a mulher.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Os vídeos podem ser conferidos em uma playlist no canal da Defensoria no YouTube (https://bit.ly/oSilencioMachuca) e também no perfil da DPE-AM, na rede social Instagram (@defensoria.am). A série apresenta cinco vídeos com a participação de defensoras públicas que atuam na capital e polos do interior do Estado. Em cada vídeo, as defensoras abordam um diferente tipo de violência doméstica e familiar contra a mulher previsto na Lei Maria da Penha, Lei nº 11.340, que completou 15 anos no último dia 7.

Entre os tipos de violência estão a física, psicológica, moral, sexual e patrimonial. Esses tipos de violência são explicados pelas defensoras públicas Ana Laura Migliavacca, Mariana Silva, Yaskara Chavier, Camila Campos e Carol Braz, coordenadora do Núcleo Especializado em Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem).

Dados e canais de denúncia – O conteúdo também apresenta dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública que revelam que 4,3 milhões de mulheres foram agredidas fisicamente com tapas, socos ou chutes, em 2020, o que indica que a cada minuto, oito mulheres apanharam no Brasil no último ano.

Ao final de cada vídeo, é destacada a importância de denunciar casos de violência contra a mulher nos canais para fazer o registro e buscar apoio, tais como o Ligue 180, a Delegacia da Mulher e a própria Defensoria, por meio do Nudem.

Os vídeos contam com fotografias de casos reais de vítimas de violência doméstica atendidos pela DPE-AM. As imagens foram produzidas pelo repórter fotográfico Clóvis Miranda e fizeram parte da exposição “Vozes da Violência: Mulheres Atrás do Silêncio”, apresentada pela Defensoria, à população, em março de 2020, pouco antes da decretação de situação de emergência na saúde pública do Amazonas (Decreto nº 42.061, de 16 de março de 2020).

As fotos são de vítimas de violência psicológica, física e obstétrica, além de assédio e transfobia e evidenciam o problema diário da violência contra a mulher.

Conteúdos – Os conteúdos audiovisuais foram produzidos pelas próprias defensoras, com apoio da Diretoria de Comunicação da DPE-AM. A ação busca reforçar as ações de prevenção à violência doméstica e orientar vítimas ou testemunhas de violência doméstica a quebrarem o ciclo de agressão e dar fim a situações de abusos por meio de denúncias.

Para a coordenadora do Nudem, defensora Carol Braz, os vídeos são uma oportunidade de promover orientação e alertar para a necessidade de não se calar diante de casos de violência contra a mulher.

“Toda iniciativa de enfrentamento da violência contra a mulher e que as encoraje a denunciar casos de violência é válida. Quando uma instituição como a Defensoria Pública tem esse tipo de iniciativa de usar vídeos para conscientizar a população sobre esse problema, dá visibilidade a essa voz de mulheres que estão em situação de abuso e que precisam de ajuda. Isso reflete o quanto temos que continuar combatendo as diversas formas de violência contra a mulher”, disse.

Mulheres vítimas de violência podem procurar atendimento da Defensoria no Núcleo de Defesa da Mulher, por meio de chamada telefônica no número (92) 98427-1138 e pelo aplicativo Telegram (92) 98417-3249.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.