Últimas

Educa+Amazonas: oferta de curso a alunos da rede estadual atende Programa Educação Empreendedora, criado em 2012

O Educação Empreendedora, projeto do Governo do Amazonas que está ofertando 6 mil vagas para alunos do Ensino Médio cursarem formação voltada ao empreendedorismo, foi oficialmente implementado na rede estadual de ensino, com a publicação do Termo de Cooperação entre a Secretaria de Estado de Educação e Desporto e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae-AM), na edição de 5 de agosto do Diário Oficial do Estado (DOE).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Com o projeto, um dos 13 que compõem o Educa+Amazonas, a Secretaria de Educação vai contemplar o Programa Educação Empreendedora (PEE), criado pela Lei nº 123, de setembro de 2012, de autoria do deputado Abdala Fraxe, e que visa inserir nas escolas da rede estadual ações pedagógicas para o desenvolvimento do espírito empreendedor e contribuir no desenvolvimento socioeconômico do estado.

O Educação Empreendedora está com inscrições abertas até sábado (14/08), para um curso de empreendedorismo que irá preparar os estudantes para a realidade e os desafios do mercado de trabalho. Ao todo, estão sendo oferecidas 6 mil vagas. As inscrições podem ser feitas pelo link: https://bit.ly/3sa8ebv.

De acordo com a secretária de Educação e Desporto, Kuka Chaves, o Educação Empreendedora foi criado para fomentar o cenário de negócios no estado, por meio da qualificação dos estudantes. “Além da leitura de mercado, eles [os alunos] estarão preparados para identificar oportunidades e criar planos de negócios. É um projeto que criará um ambiente adequado ao desenvolvimento de startups e fomento de novos negócios”, afirmou.

Lançada em julho, a iniciativa vai promover a qualificação dos estudantes, e contará com a aplicação das metodologias do Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae-AM, de forma modular, utilizando plataforma de ensino a distância (EaD) e aulas presenciais.

O Educação Empreendedora será executado em duas fases. A primeira delas será realizada na modalidade de EaD, com uma sistematização elaborada pelo Sebrae-AM. Na segunda fase, os alunos se submeterão a oficinas e ao desenvolvimento de projeto empreendedor, sob a supervisão de um tutor presencial e com o aporte de aulas televisionadas pelo Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam).

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.