Últimas

Em Codajás, Idam realiza curso de Boas Práticas da Farinha e outros Derivados da Mandioca

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) realiza, em Codajás (a 240 quilômetros de Manaus), o curso de Boas Práticas na Produção da Farinha e outros Derivados da Mandioca, para produtores rurais e técnicos do sistema da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror). O curso, realizado ao longo desta semana na comunidade Flores Bela, no Km 8 da estrada Codajás-Anori, encerra-se nesta sexta-feira (27/08).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O objetivo da formação é auxiliar principalmente os agricultores familiares sobre a cultura da mandioca, por meio de técnicas de processamento em conformidade com as normas higiênico-sanitárias exigidas para produtos artesanais, qualidade visual e microbiológica dos subprodutos.

O curso é coordenado pela engenheira agrônoma Franciara Santos Silvão da unidade local do Idam em Codajás e tem como instrutora a extensionista do Departamento de Operações do Idam (Doper), Elcina de Lima. “São metodologias técnicas simples, mas que podem trazer uma contribuição muito produtiva para os participantes da capacitação. Acreditamos que futuramente estaremos colhendo os bons frutos e tendo uma farinha de melhor qualidade”, disse Franciara.

Dezessete pessoas participam da atividade. Desse total 15 são mulheres, o que tem demonstrado cada vez mais a participação do público feminino no campo, atuando nas atividades agrícolas.

De acordo com a gerente da unidade local do Idam em Codajás, a técnica de pesca Valderline de Souza Tomé, a importância do curso é para incentivar o agricultor a utilizar novas tecnologias que visam agregar valor aos produtos derivados da mandioca.

“Durante o curso já foram produzidos subprodutos, como a farinha de três classificações granulométricas, farinha mista, goma para tapioca, tucupi, farinhas temperadas e com adição de castanha-do-Brasil”, informou a gerente.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.