Últimas

Família realiza o sonho da casa própria no Residencial Manauara 2, após 16 anos de espera

Com a chave nas mãos, a família Fernandes Barroso começa uma nova etapa com a realização do sonho da casa própria após 16 anos de espera.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A matriarca Raimunda Janilva Batista Fernandes foi uma das contempladas com a moradia popular do residencial multifamiliar Cidadão Manauara 2, módulo B, no bairro Santa Etelvina, zona Norte. Ao todo, 500 apartamentos foram entregues a famílias manauaras em situação de vulnerabilidade social, por meio do programa habitacional da Prefeitura de Manaus, que integra o programa federal “Casa Verde e Amarela”, do Ministério do Desenvolvimento Regional.

“É uma coisa magnífica quando você se depara com o seu nome na lista de sorteados. Eu e minha família ficamos muito alegres, porque depois de anos e anos vamos poder mudar nossa realidade. Nós estamos satisfeitos com o novo empreendimento, não tem nem como comparar com a antiga casa onde morávamos alugados. Eu sabia que em algum momento nossa estrela iria brilhar, e esse momento chegou. Eu só tenho a agradecer por tudo”, destaca a dona de casa.

Desempregados, Raimunda e o esposo Erick Barroso passaram a manter o sustento das filhas, as despesas e o aluguel da casa com a venda de artesanato. A antiga moradia é insalubre e está com a estrutura totalmente comprometida, oferecendo grandes riscos a toda família.

“Nós estamos mantendo a casa com a venda de artesanato, através da pintura de quadros que eu produzo. Antes, nós vendíamos churrasco, mas roubaram nossos equipamentos e ficamos sem esse material de trabalho. A casa que morávamos está deteriorada, com diversos problemas estruturais, desde o telhado até o piso. Quando chove a casa é invadida por lama, destruindo os poucos móveis que temos. É uma situação complicada, porque como a casa não era nossa, não podíamos fazer nada”, relatou Erick.

Com o apoio da prefeitura, a família recebeu o auxílio do caminhão de mudança para se deslocarem da antiga casa situada no bairro São Lázaro, zona Sul, para o novo endereço. “Graças a Deus a gente foi contemplado. Agradeço ao nosso prefeito David Almeida que assumiu o município com a missão de olhar por nós. Esse plano de dar as casas, melhorar Manaus, vai fazer a diferença na vida de todos os manauaras que precisam de ajuda. Eu nunca perdi a fé e estou pedindo a Deus que eu e minha família sejamos muito felizes”, disse o artesão.

Contemplados

Os contemplados terão o financiamento do imóvel parcelado em 120 meses (10 anos), com mensalidades fixas, entre R$ 80 a R$ 270, dependendo da renda familiar (até R$ 1.800, faixa 1); e o imóvel adquirido é usado no contrato como garantia do financiamento. Após a quitação, o imóvel passa para o nome do beneficiário, e aqueles que integram a faixa 1 não podem vender, alugar ou ceder o bem.

Os moradores serão isentos de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), como medida da gestão David Almeida, por lei municipal.

Residencial

Cada torre do residencial Cidadão Manauara 2 tem cinco andares, sistemas de gás encanado e de água, além de instalações hidrossanitárias.

Os apartamentos são adaptados, atendendo à Norma Brasileira (NBR) nº 9.500, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que trata da acessibilidade a edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos para Pessoas com deficiência (PcDs), inclusive nas áreas comuns.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.