Últimas

Governo mantém estável arrecadação tributária e promove retorno de investimentos e geração de empregos

O Governo do Amazonas vem conseguindo manter estável a receita tributária do estado, a despeito da crise econômica em decorrência da pandemia de Covid-19. No mês de julho, segundo dados divulgados no Portal da Transparência Fiscal da Secretaria da Fazenda do Amazonas (Sefaz-AM), houve incremento de 27% em relação ao mesmo mês no ano passado. No acumulado do ano, a alta em relação a 2020 chega a 15%.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Principal fonte de receita para o custeio de serviços e investimentos, a arrecadação estadual obteve alta em resultado de ajustes na política fiscal realizados pelo atual governo e, também, como consequência do contexto macroeconômico, como a alta das commodities e aumento da demanda por produtos industrializados, em especial os produzidos pelo Polo Industrial de Manaus (PIM), como explica o secretário de fazenda do Amazonas, Alex Del Giglio.

“A receita tributária do mês de julho teve uma evolução importante e foi perto daquilo que já havia sido previsto – um incremento da ordem de 27%. Vários fatores foram fundamentais para que houvesse esse incremento, como o aumento da taxa de câmbio, a questão das commodities no mercado internacional e, também, o aquecimento da demanda doméstica (dentro do país), sobretudo por bem que são produzidos no Polo Industrial”, explica.

De acordo com o secretário, a perspectiva para o mês de agosto e, avançando mais, para o ano de 2022, é animadora. “No mês de agosto, a gente imagina um incremento importante de receita, todavia um pouco menor do que no mês de julho. Esperamos algo em torno de 10% em números reais (descontada a inflação no período). E para o ano as perspectivas são boas. A gente imagina que devemos fechar o ano com incremento em torno de 15% de crescimento real”, estima.

Investimentos - O resultado positivo da arrecadação é um dos fatores que tem possibilitado ao Governo do Amazonas uma maior capacidade de investimento na capital e no interior. No mês passado, o governador Wilson Lima lançou um pacote de novas obras para a capital e interior, que vai trazer melhorias nas áreas de infraestrutura, prestação dos serviços de saúde, saneamento, educação e segurança. Os novos investimentos somam recursos na ordem de R$ 1 bilhão e devem gerar 123 mil empregos diretos e indiretos.

“Todos esses investimentos são importantes para a recuperação das atividades econômicas. Só aí nesse investimento de R$ 1 bilhão nós estamos gerando mais de 120 mil empregos diretos e indiretos, e isso é uma injeção na economia, é uma injeção importante para garantir que famílias tenham ali uma renda que garantam seu sustento”, disse o governador, na ocasião.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.