Últimas

Investimentos do Governo do Amazonas no esporte paralímpico beneficiam atletas e projetam novos talentos

A partir deste sábado (21/08) a 28 de agosto é comemorada a Semana Nacional da Pessoas com Deficiência Intelectual e Múltipla, e o Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), segue beneficiando cerca de 50 paratletas de alto rendimento nas modalidades de Atletismo, Basquete, Halterofilismo, Vôlei, Badminton e Tênis de mesa, que utilizam os espaços públicos do Estado para treinos e competições. Passagens aéreas e programas de investimento também contemplam os esportistas.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Instituída pela Lei nº 13.585/2.017, a Semana Nacional da Pessoas com Deficiência Intelectual e Múltipla visa ao desenvolvimento de conteúdos para conscientizar a sociedade sobre as necessidades específicas de organização social e, também, de políticas públicas para promover a inclusão social desse segmento populacional e para combater o preconceito e a discriminação.

A Federação de Esportes Paralímpicos do Estado do Amazonas (Fepam) teve, ainda no mês de junho, seu projeto aprovado no Edital de Fomento Amazonas Olímpico para desenvolver trabalhos da base até o alto rendimento, tanto na capital amazonense quanto no interior. "A Fepam foi contemplada com o aporte de R$40 mil. Mais que um benefício, este estímulo soma-se a todos os esforços que a Faar desempenha para cumprir o dever social de estimular o esporte paralímpico", afirma o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.

Além do fomento através do Edital Amazonas Olímpico, o Governo do Estado atende cerca de 50 paratletas com a disponibilidade de espaços públicos para treinos e competições, como também a concessão de passagens aéreas visando às disputas fora do estado. "A Vila Olímpica de Manaus, localizada no bairro Dom Pedro, dispõe de uma academia com equipamentos de musculação e alojamentos voltados aos paratletas de alto rendimento. Nossa estrutura proporciona, ainda, o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar. É uma grande alegria trabalharmos com atletas que possuem destaque nacional e seguimos trabalhando para avançarmos ainda mais", destacou o diretor-técnico da Vila, Fábio Albuquerque.

O esporte paralímpico amazonense também foi atendido, por meio da Fepam e do Conselho Regional de Educação Física do Amazonas (Cref8), pelo Auxílio Estadual ao Esporte, cujo os cartões foram entregues no mês de julho. "Foi uma ajuda, um complemento. Graças a Deus o governo Wilson Lima deu uma olhada pra gente em relação a esse auxílio”, comemora o paratleta de halterofilismo, Carlos César.

Amazonas Olímpico - O programa possui o objetivo de seleção de Entidades Estaduais de Administração do Desporto (EAD´s) no Amazonas, vinculadas às Entidades Nacionais de Administração do Desporto, para celebração de parceria na forma de fomento, envolvendo transferências de recursos financeiros.

Auxílio Estadual Ao Esporte - São 589 atletas, paratletas e professores de educação física contemplados com o benefício emergencial aos afetados pela pandemia da Covid-19. O valor do Auxílio Estadual ao Esporte de R$600 está sendo pago em três parcelas mensais de R$200. A última parcela está programada para o próximo dia 5 de setembro.

Passagens aéreas - Passagens aéreas para atletas e paratletas disputarem competições oficiais fora do Amazonas são solicitadas através de ofício destinado à Fundação Amazonense de Alto Rendimento (Faar).

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.